Porque Eu Sei Que é Amor

Em pleno Dias dos Namorados, os Titãs repaginam ” Porque Eu Sei Que é Amor”, um grande sucesso deles de 2009.

A nova versão acústica já está disponível nas plataformas digitais e ganhou um clipe com direção de Kenny Kanashiro, onde vemos Sérgio Britto, Tony Belloto e Branco Mello em estúdio em clima intimista.

Branco revela “A sonoridade crua, despojada e direta do novo arranjo de ‘Porque Eu Sei que é Amor’ revela o excelente momento musical que estamos vivendo”.

E Tony completa “Porque Eu Sei que é Amor nesse arranjo acústico é um dos pontos altos do nosso show Titãs Trio Acústico, por revelar na essência o romantismo visceral dessa canção”.

Juntamente com o lançamento dessa versão, o Titãs está disponibilizando nas plataformas de música, “Sacos Plásticos” de 2009, o unico disco que ainda não estava na lista dos serviços de streaming.

“Os fãs pedem para que lancemos Sacos Plásticos nas plataformas há um bom tempo. Resolvemos atendê-los e, de quebra, fazer uma nova gravação de Porque Eu Sei que é Amor no formato Trio Acústico”, conta Britto.

The Way I Feel

Com som parecido com os seus hits de começo de carreira, o Keane está de volta depois de 5 anos de pausa, com o incrível single “The Way I Feel”.

Você já pode conferir o novo clipe com direção de Kevin Godley. A produção mostra a banda tocando enquanto cordas os prendem, uma alusão as diversas amarras que nos prendem e que temos de nos livrar.

A música que fala sobre crescer e se sentir perdido no mundo que parecia ser ótimo, foi composta pelo vocalista Tom Chaplin e o tecladista Tim Rice-Oxley.

Durante o hiato da banda, o vocalista que estava com saudades procurou Tim e depois disso escreveram juntos uma série de canções inspiradas na dor e no humor. As músicas caíram no gosto dos outros integrantes, o baixista Jesse Quin e o baterista Richard Hughes.

Sobre a época que estava separado dos seus amigos, Tom conta “Me perguntei como pude deixar esta relação tão enigmática e importante em minha vida se esvair”.

Após Tom ter lançado dois trabalhos solos, o Keane está de volta e lançará no dia 20 de setembro o seu quinto álbum “Cause And Effect” pela Universal Music.

Além das músicas inéditas, o disco para um segundo CD com sucessos ao vivo e raridades dos roqueiros.

Titãs Em Santa Rita do Sapucaí

Uma das bandas mais amadas do Brasil, o Titãs vai fazer a festa em Santa Rita do Sapucaí/MG. E você que é da cidade ou região não pode perder esta oportunidade.

No no show da turnê “Titãs, Trio Acústico”, os roqueiros vão relembrar os seus maiores sucessos no dia 9 de Junho no Teatro Inatel às 20h.

Com um clima mais intimista, o espetáculo com direção de Otávio Juliano, conta com as participações de Mário Fabre e Beto Lee.

Você não pode perder essa chance de cantar junto com eles hits como “Epitáfio”, “Porque Eu Sei Que É Amor”, “Isso”e Toda Cor”.

Lembrando que esse show é também uma comemoração dos 20 anos do grande sucesso deles, o “Acústico MTV”que será lembrado através de suas canções.

O Show

Quando: 09 de Junho de 2019 às 20h

Onde: Teatro Inatel – Avenida João de Camargo, 510 – Centro – Santa Rita do Sapucaí/MG.

Mais Informações: http://www.alphatickets.com.br/

Meu Vício Sem Fim

O único vício bom é o Amor. E a banda Distopia brinda com muita sensibilidade o amor em “Meu Vício Sem Fim”.

A nova música ganhou um clipe simples, porém muito belo. Com direção de Bruno Corsino e Neto Cavalcanti, a nova produção mostra a banda e cada um deles tocando e cantando com fundo preto. Enquanto isso flores que representam o amor junta uma bela modelo.

Bem poético e com uma plástica muito bem elaborada e encantadora, o vídeo personifica a letra da canção e nos faz no sentir envoltos pela energia do amor.

A música tem letra dos talentosos Hélio Vieira e Vandrin Rodrigues.

Distopia nasceu com a proposta de trazer um rock alternativo de qualidade e fortalecer o rock tanto nacional como o de sua região.

A banda é de Porto Velho/RO e é composta por Hugo Borges (vocais), Vandrin Rodrigues (vocais e guitarra), Rafini Root (guitarra), Mikeias Belfort (baixo), Renan Lima (bateria)

Ilumina o Mundo

Detonautas Roque Clube e Pelé MilFlows se unem para uma boa causa com o single “Ilumina o Mundo”.

A faixa pretende combater o índice de suicídio, que é bem alto não só no Brasil, mas no mundo todo. E o melhor, é que este trabalho é apoiado pela CVC (Centro de Valorização da Vida) que mostra o número alarmante de suicídios em nosso país e promove ações contra o problema.

A canção que lembra que sempre haverá luz para os problemas que passamos e para a solidão, ganhou um clipe gravado em Porto Alegre e no Rio de Janeiro. A direção ficou por conta da dupla Vinicius Barros Goncalves e Tom Silveira e o roteiro é de Tico Santa Cruz (vocalista do Detonautas).

A produção com ares cinematográficos, conta a história de um homem que na infância perdeu a mãe que cometeu suicídio e como isso afetou sua vida e até duas escolhas.

Tico criou um texto para falar sobre o alto índice de suicídio:

“Estamos aqui para falar de paz amor e positividade, mas por muitas vezes caminhamos por lugares mais frios e escuros da nossa alma. Ninguém, ninguém está livre de se sentir solitário, triste e com dor. A vida realmente não é fácil e, por muitas vezes precisamos de ajuda, mas não sabemos como pedir. Acredite: existem muitas pessoas dispostas a nos ajudar. Todas as dores podem ser superadas com ajuda e tratamento e, assim, a gente consegue virar este jogo. Ligue 188 – a gente está aqui para te ouvir. Centro de Valorização da Vida (CVV)”.

O CVV tem 57 anos de história e oferece apoio emocional sem custos através do número 188. No ano passado, eles atenderam 3 milhões de chamadas. Um trabalho lindo e muito importante que faz toda a diferença para muitas pessoas e é muito importante o divulgarmos para que eles possam atingir ainda mais pessoas.

Biquini Cavadão Canta Herbert

Tão bom poder curtir as músicas de Herbert Vianna. E melhor ainda, ao vivo, não é? O Biquíni Cavadão vai fazer um show daqueles com músicas desse compositor tão bacana.

Vocês do Rio de Janeiro e região e aqueles que puderem ir à cidade maravilhosa não podem perder essa oportunidade no Sábado, dia 18 de Maio na Fundição Progresso.

O Biquini vai cantar músicas de seu disco “Ilustre Guerreiro” que homenageia Herbert. Além disso os Paralamas do Sucesso também vão se apresentar primeiro nesta noite.

Uma curiosidade, “Ilustre Guerreiro” é o significado do nome Herbert de origem germânica.

Bruno Gouveia, o vocalista do Biquini Cavadão conta “A apresentação trará sets específicos para as canções do Herbert, além dos grandes sucessos do Biquini”.

Os integrantes do Biquini Cavadão e dos Paralamas do Sucesso são amigos desde a década de 80. Inclusive foi Herbert Vianna, que em 1983, sugeriu o nome “Biquini Cavadão”, além de tocar guitarra em “Tédio”, o primeiro sucesso do Biquini.

Bruno Gouveia fala da amizade com os Paralamas, “Em determinados momentos de nossa vida, era comum perguntarmos diante de uma encruzilhada: “O que fazer? O que eles fariam se estivessem em nosso lugar?”. Herbert, Bi e Barone sempre serviram como um norte para nossa bússola”.

O cantor ainda revela “Fica a nossa gratidão a quem sempre fez lindas canções e que com sua garra e luz, fez mais do que jus a seu próprio nome”.

Vai ser uma bela noite com os sucessos de uma das maiores bandas do nosso país, interpretadas por ela e também pelo Biquíni. Uma verdadeira celebração à música brasileira e ao rock nacional.

Tour “Ilustre Guerreiro”

Quando: 18/05/2019

Onde: Fundição Pregresso – Rua dos Arcos, 24 – Lapa, Rio de Janeiro/RJ

Horário: 23h Paralamas do Sucesso

01h Biquini Cavadão

Abertura dos Portões: 22h

Classificação: 18 anos (com autorização dos pais, 16 anos podem assistir ao show)

Quanto Tempo Demora Um Mês

Inovando seu som, o Biquini Cavadão se juntou à dupla Matheus e Kauan para a musica “Quanto Tempo Demora Um Mês”.

O single faz parte do projeto “Vou Te Levar Comigo”, no qual a banda traz diversos artistas fora do Rock para cantar junto com eles.

A canção ganhou um clipe que mostra a banda e a dupla em estúdio, gravando e interpretando a canção. Muito emocionante ver a química que Matheus e Kauan tiveram com o Biquini Cavadão. Fora isso as vozes deles e de Bruno casaram lindamente.

A nova parceria surgiu após alguns anos em que o Biquini Cavadão descobriu que em uma apresentação em São Paulo, a dupla os estava assistindo na plateia. Segundo o vocalista Bruno Gouveia “A ficha demora um pouco para cair. Nunca temos idéia de como nossas músicas impactam na vida das pessoas. E, neste caso, de uma das maiores duplas do momento”.

E através desse momento, surgiu a ideia de fazer um projeto que reunisse a banda à artistas de gêneros diferentes. E a estreia não podia ser com outro artista, uma retribuição ao carinho de Matheus e Kauan.

“Quanto Tempo Demora Um Mês”, originalmente foi lançada pelo Biquini Cavadão em 2005. A nova versão já está disponível nas plataformas digitais.

É muito bonito ver uma banda tão icônica, dividindo sua experiência e canções com novos nomes da música brasileira, independente de ritmo. Novas gerações com certeza se tornaram fãs do Biquini Cavadão e seus sonhos mais antigos, vão aumentar ainda mais sua admiração por eles.

Matriz

O tão aguardado quinto álbum de estúdio da Pitty já está entre nós. “Matriz” é uma obra prima e se aproxima das raízes da roqueira. E hoje o Me Gusta vai fazer uma análise deste novo CD.

Produzido por Rafael Ramos e lançado pela Deck Disc, o disco tem treze faixas e algumas participações pra lá de especiais. O seu título foi escolhido exatamente por revisitar as matrizes músicas do início de carreira de Pitty, suas influências e sua essência.

Foto: Otávio Souza

A cantora falou um pouco do nome “Matriz”, “Metaforizando, é como a história de uma ‘blueswoman’ que sai da plantação de algodão, bota a viola no saco e vai tentar a vida na cidade grande. É uma espécie de retorno de um autoexílio estético e cultural, e isso somente é possível hoje por vários motivos. A passagem do tempo, que nos distância do superficial e nos aproxima da essência, e essa nova cena que renovou o fluxo criativo da minha terra, fazendo com que artistas diferentes possam existir ali. Entre outras coisas mais subjetivas”

A música que abriu o novo trabalho é “Bicho Solto” e ela realmente lembra bastante as canções de princípio de carreira. Lembra um som bem conceitual e alternativo com uso de campainhas e um ritmo um pouco repetitivo, mas ótimo. Nos faz refletir sobre a questão do ser e parecer, que é tão presente em nossa sociedade. Incrível.

Um dos singles, “Noite Inteira” já é sucesso. Um belo manifesto que fala da necessidade de lutar contra opressão e a corrupção e como podemos realizar as coisas se o povo se unir. Mas atual e necessário, impossível. E o mais bacana é a participação do grande artista baiano Lazzo Matumbi.

Capa de “Matriz”

Duas canções não foram compostas pela cantora. “Motor” é uma regravação de música da banda Maglore e composta por Teago Oliveira. Nos primeiros segundos, ainda instruntal já curti muito o que ouvi. E o amor por essa música aumentou ainda mais, com sua linda e sensível letra, de arranjo envolvente e com a voz usada com leveza por ela.

Já “Para O Grande Amor”, é uma linda homenagem gravada por Pitty. Composta pelo saudoso Peo Souza (amigo e ex integrante de sua banda) e já gravada pelo grupo Folks, a letra fala de um amor o que te faz ser você mesmo e como é importante cada momento com quem se ama. Muito gostosa de ouvir.

Destaque para “Roda” e sua pegada parecida com as primeiras canções da artista. O rock marcante que levanta as bandeiras da liberdade de se expressar, do orgulho às nossas origens e do persistir sempre. Nela, artista acompanhada do grupo Baiana System, que realmente deu um toque bem especial.

Foto: Maurício Nahas

Bateria bem marcada, Baixo evidente e mistura do Rock com o Blues. É assim “Bahia Blues”. Em sua letra, Pitty canta orgulho por suas origens e como as experiências de vida contribuíram em seu crescimento. também ressalta a importância de se ter um lugar para voltar e se reconectar consigo mesmo.

Já pensou misturar o Rock com Reggae? Isso que acontece no single “Te Conecta”, que também fala sobre se conectar consigo mesmo. Também temos Rock do jeito que só Pitty sabe fazer. “Submersa” nos faz pensar sobre a inconstância do ser humano e que devemos seguir nossos instintos e perseguir os nossos objetivos, mesmo que haja dificuldades. Podemos até pensar em recuar, mas temos que respirar fundo e avançar.

E o disco fecha com chave de ouro. “Sol Quadrado” conta com a participação da talentosa Larissa Luz. Recorda que o que fazemos, seja algo bom ou ruim, retorna lá na frente. Além disso não podemos deixar de questionar o que achamos errado ou não entendemos e devemos sempre manter a nossa essência.

Realmente valeu muito a pena esperar cinco anos por um projeto em estúdio. Temos uma Pitty como sempre adoramos. Uma artista completa que sabe falar com o nosso coração e a nossa consciência. Além de suas letras que sempre são muito bem escritas e acompanhadas por ótimos arranjos.

Foto: Otávio Souza

A rockeira também falou sobre esse tempo todo sem gravar um álbum inédito. “Não é estratégia, não, é só respeito a uma demanda criativa. Eu poderia lançar um disco por ano, mas acho que eles não seriam bons, seria um desrespeito com a própria obra”.

E outra coisa que ela contou, podemos perceber neste álbum tão bacana. “Acabei mostrando um pouco a minha Bahia, diferente daquela estereotipada, onde tem rock, outros gêneros musicais, e cenários que não são só aqueles tradicionais, que eu também amo”.

Em “Matriz”, Pitty resgata sua essência e suas origens e sem deixar de inovar com elementos diferentes dos habituais e com participações tão talentosas. E como sempre ganhos belas músicas com letras inspiradoras, reflexivas, fortes e de personalidade.

Radio

Protesto, polêmica e arte. Esses são elementos do novo clipe da banda alemã Rammstein. “Radio” veio para impactar e nos fazer refletir.

A produção dirigida por Jörn Heitmann, mostra em preto e branco uma era obscura da história da Alemanha e do mundo. Uma época de guerra e Hittler.

No vídeo, enquanto a banda toca na Radio Berlin sendo resistência, enquanto a mulherada tenta fazer a revolução e a repressão rola solta através do governo.

É uma crítica muito bem feita ao poder de comunicação que a rádio tinha naquela época e também ao abuso que era cometido de forma ditatorial.

No vídeo os guardas tentam proibir as pessoas até do ato de curtir música no bom e velho rádio, reforçando que este meio era uma das formas de resistência e que preocupava o governo.

“Deutschland”, o clipe anterior da banda fala exatamente do nazismo, do governo Hitler e de ditadura. “Radio” vem para continuar a reflexão sobre esta época e segue a mesma linha do grupo de crítica a esta era que deixou tantas marcas profundas.

É muito importante o fato da Rammsteinresgatar este tipo de reflexão na gente. Uma bela forma de lembrar o passado, para evitarmos de cometermos erros tão ruins como os que já foram cometidos.

Algo muito importante na época em que estamos vivendo, onde mundo está em uma fase de tanto preconceito e intolerância. Algo tão antigo mas que continua assolando nossa sociedade.

Destino O Casualidad

Brasil e México juntos mais uma vez. Imagina uma grande banda nacional e uma musa mexicana unidos pela música. Agora isso é realidade com “Destino O Casualidad” do Roupa Nova com Maite Perroni.

No clipe com direção de Dig – Jam, vemos a história de um casal que se conhecem ao acaso e se apaixonam perdidamente. As cenas foram gravadas no Rio de Janeiro.

Sobre a escolha de Maite a banda conta, “Procurávamos uma parceria internacional para esse novo projeto. Queríamos alguém que cantasse em espanhol, e a Maite é hoje um dos principais nomes no cenário musical, considerada uma das maiores artistas mexicanas do mundo”.

Por sua vez a cantora animada revelou “É um grande prazer e muita emoção em participar de uma música tão boa com uma das maiores bandas da história da música brasileira”.

A música é uma releitura do sucesso gravado e composto por Ramón Melendi Espina, compositor e cantor espanhol. As partes em português foram feitas pela banda.

Um Dia

Rosa de Saron lançou seu segundo single com novo vocalista. “Um Dia” chegou para tocar o seu coração e refletir sobre as coisas importantes da vida.

Gravado em São Paulo, inclusive no Viaduto do Chá, o novo clipe mostra situações que muitas vezes ignoramos. Preconceito, bullying e dificuldades de morar na rua aparecem no vídeo para mostrar que só o amor pode mudar o mundo.

A nova produção tem direção e roteiro de JC Nunes. E a música foi composta pelo vocalista, Bruno Faglioni.

A nova música do Rosa de Saron tem uma letra muito bonita e que nos faz ter muita esperança de que tudo pode melhorar, através do amor e da fé. Agora nos resta aguardar anciosos o novo álbum da banda pela Som Livre, ainda sem data de lançamento.

Rayando El Sol

A gente ama um bom clássico. Os mexicanos do Maná deram uma nova roupagem para o seu clássico “Rayando El Sol” com participação do espanhol Pablo Alborán

Além de ganhar um novo frescor, o hit ficou ainda mais delicado emocionante. E claro, ganhamos um clipe de presente.

A nova produção foi gravada na Espanha na cidade de Madri. Maná e Pablo andam por diversas ruas da cidade e finalmente chegam ao teatro El Principito, onde fãs puderam assistir à performance deles.

O mais bacana é que o novo projeto da banda, do qual a canção faz parte, reúne vários artistas de origens e países diferentes, que se unem a eles para revisitar sucessos do Maná. O quarteto viajou por diversos lugares para visitar os participantes do novo projeto.

Além das canções, poderemos conferir vídeos de cada música e acompanhar todo a experiência da maior banda mexicana dos últimos tempos.

A nova versão de “Rayando El Sol” com certeza vai ser um sucesso e em geral o coração de todos de amor. A voz de Pablo Alborán ficou em perfeita harmonia com o novo arranjo. E a voz do vocalista Fernando Olvera também. Inclusive ficou lindo as duas vozes juntas.

Movement – Definitive Edition

Sabe aquele grande clássico que nunca esquecermos? Assim é o primeiro disco da banda New Order. E não há maneira melhor de o celebrar do que uma edição mais que especial.

Já está nas plataformas digitais e em versão física “Movement – Definitive Edition” pela Warner Music.

O primeiro álbum deste grupo tão amado e suas oito faixas foram remasterizados e ainda de quebra ganhamos um presentão. Demos, mixagens alternativas e ensaios da banda. Ao todo ficamos com 26 faixas.

A banda nasceu derivada da Joy Division pelos íntegrantes restantes.

Originalmente este CD foi gravado entre 24 de Abril e 4 de Maio de 1981 e lançado no mesmo ano em 11 de Novembro pela Factory Records. A produção foi de Martin Hannett.

O Box digital da edição definitiva, mantém a mesma capa original. Bem icônica, ela foi desenhada por Peter Saville.

Um marco desses na história de uma banda, tão importante mundialmente como o New Order, é muito importante. E a celebração foi feita de uma forma muito bonita, cuidadosa e pensada para manter vivos esses sucessos tão clássicos e amados.

Sem dúvidas, o New Order vai sempre ser passado de geração em geração e ficará pra sempre nos corações de cada um, por diversas gerações e épocas.

2 e 1

Supercombo acaba de lançar o sensível clipe para o single “2 e 1”. Você vai se sensibilizar e curtir muito a canção.

O clipe gravado em São Paulo com direção de BAMA Duo, conta a história de pai e filha que apesar de morarem na mesma casa, vivem cada um em seu mundo sem nenhum diálogo. O desafio deles é mudar isso.

Participam da produção os atores Pedro Lopes e Giovanna Grigio (a Mili da segunda versão de ‘Chiquititas’).

Léo Ramos, o vocalista da banda contou um pouco sobre a música “Essa música fala desse nosso tempo, de estarmos divididos e ao mesmo nos sentindo sem uma direção certa pra onde seguir”.

Já o diretor conta sobre o conceito do clipe. “O clipe fala de pessoas que precisam se reconectar umas as outras, para acabar com a solidão. É um universo lúdico e real, onde muitas vezes estamos com várias pessoas a nossa volta e mesmo assim nos sentimos sozinhos”.

A faixa faz parte do novo álbum “Adeus, Aurora”. O lançamento acontecerá no final de Março.