Nina Fernandes – Show “Digitando”

Nessa sexta-feira dia 14, Nina Fernandes estreou o seu novo show “Digitando” no Solar de Botafogo no Rio de Janeiro.

Na linda noite de estreia, Nina apresentou as suas canções autorais como “Estrada”, “Casa”, “Beijo” (trilha de Malhação), “Tempo” e seu grande hit e tema da novela Tempo de Amar, “Cruel”.

Foto: Divulgação

A cantora também recebeu no palco o duo Outro Eu, para juntos cantarem o novo single “Arroz Com Feijão”, presente no novo EP que leva o mesmo nome do show. O momento para lá de especial que agitou toda a plateia.

Nina também mostrou toda a sua versatilidade ao compartilhar com a plateia, suas versões para “Baba” de Kelly Key e “Thank U Next” de Ariana Grande. Um momento alegre e divertido.

Foto: Divulgação

Sobre estrear a turnê na cidade maravilhosa, Nina Fernandes conta “Meus pais, toda a minha família e muitos dos meus amigos da cena musical são cariocas. Então, cantar no Rio junta a doçura de me apresentar em casa, para os mais íntimos e, ao mesmo tempo, traz a emoção profunda de estar na cidade que me viu pequena e para quem eu quero mostrar como eu andei crescendo”.

Bounce Back

O Little Mix está de volta e você simplesmente vai se apaixonar por “Bounce Back”.

O eletrizante single ganhou um clipe de impacto. Na produção, as quatro cantoras são bonecas que ganham vida, na casinha de bonecas de sua dona.

A música foi produzida por um dos melhores produtores do mundo, Stargate. Também traz uma homenagem ao grupo Soul II Soul, usando sample do hit “Back To Life” de 1989 no refrão.

O Little Mix prepara o próximo disco, que ainda não tem previsão de lançamento.

Garupa

Mais poderosas do que nunca Luísa Sonza e Pabllo Vittar lançam “Garupa”. Aposto que você vai ficar com muita vontade de dar um passeio com elas.

O clipe dirigido pela dupla dinâmica Os Primos (Fernando Moraes e João Monteiro), mostra Luísa e Pabllo como motoqueiras sexys, que arrasam numa corrida de motos com muita adrenalina e sensualidade.

Inclusive na coletiva de imprensa do lançamento de “Pandora”, novo álbum de Luísa, a cantora falou sobre a parceria com Pabllo. “Não poderia ser outra pessoa. Jamais conseguiria fazer com que esse single do lançamento fosse com outra pessoa. Primeiro porque a Pabllo é uma pessoa que admiro muito como pessoa e também como artista. Ela é uma artista que tem um talento muito grande. Ela dança, canta muito bem e é naturalmente incrível”.

Luísa completa “Também pelo que ela representa e por que me identifico. A gente vive coisas parecidas. Mesmo às vezes parecendo que não, a gente sofre com coisas parecidas, a mesma fonte de opressão”.

Realmente “Grupa” é uma das melhores faixas do novo trabalho de Luísa Sonza. Realmente a parceria com Pabllo Vittar, é uma das melhores da música pop nacional. O vídeo mostra todo entrosamento entre as duas e o como a vibe delas combina.

Sucesso!

Luísa Sonza – Coletiva de Imprensa

Texto e fotos por André Rossanez

Nesta quinta-feira, dia 13, o Portal Me Gusta teve a honra e a oportunidade de participar em São Paulo, da coletiva de imprensa do lançamento do álbum “Pandora” o primeiro de Luisa Sonza.

A cantora recebeu a imprensa com muita simpatia e alegria para contar mais sobre este novo trabalho e sobre sua carreira. Uma Luísa bem solta, que com seu olhar transmitiu todo o amor que tem pela música e por seu ofício e que mostrou sua essência e sua versatilidade. No fim tivemos também um pocket show muito especial.

Fique por dentro do que Luísa Sonza nos contou e os detalhes do novo disco “Pandora” lançado pela Universal Music e que já está disponível nas plataformas digitais.

Evolução Artística

Luísa Sonza revelou que o álbum “Pandora” é resultado de sua evolução como pessoa e como artista. Ela então contou um pouco de sua trajetória que serviu de inspiração para o novo trabalho.

“Antes de ‘Boa Menina’ eu era uma menina muito fechada. Sou canceriana e eu tinha a maior casca que vocês podem imaginar. A partir de ‘Boa Menina’, foi o momento em que comecei a me abrir e abrir realmente os meus sentimentos. Foi a primeira reação, vamos dizer que eu tive em relação a tudo o que eu sentia e a tudo que eu vivia, principalmente em relação ao feminismo, que é uma coisa que me move e que eu vivi desde criança”.

Segundo Luísa, “A primeira reação que eu tive quando comecei a me abrir como pessoa e abrir os meus sentimentos foi lançar ‘Boa Menina’ e vocês podem ver que essa música é um tanto agressiva e ela provoca aquela coisa de que, ‘uma boa menina faz assim’ e não deixa dizerem o que ela deve fazer. A partir disso e dessa raiva, que de primeiro momento eu sentia, comecei a me entender como pessoa, comecei a entender a Luísa pessoa e ao mesmo tempo passei a entender a Luísa artista”.

A cantora também nos revelou quando começou a carreira e como foi para ela se abrir para o mundo.

“Canto desde os sete anos. Cantei 10 anos em uma banda, até os 17. A partir de 17 anos comecei a carreira solo com covers, e foi assim que a maioria de vocês começaram a me conhecer de fato. Um público um pouco maior do que a cidadezinha que eu morava no Rio Grande do Sul com 6 mil habitantes. Até então mesmo com esse tempo de carreira, eu ainda não tinha me encontrado com artista e não entendia muito bem o que eu queria fazer. Eu entendia talvez o que eu queria passar, mas não sabia a forma como passar, porque ainda não tinha me aberto, essa caixa ainda estava fechada. Foi a partir de ‘Boa Menina’ que eu comecei a me abrir”.

Sonza ainda sem saber se iria fazer um álbum um, um EP ou singles separados, entrou em um grande processo criativo e ela falou sobre esse momento.

“Eu estava em um momento em que eu ia falar com pessoas que não conhecia, nunca tinha visto na minha vida, todos produtores, num local de vulnerabilidade muito grande. Fiquei em um momento em que percebi que tinha que me abrir como pessoa e a me abrir como artista e falar sobre sentimentos, medos e inseguranças. Só que a primeira vez que eu ia me abrir, seria com pessoas desconhecidas, não com pessoas que eu confiava e que me conheciam desde criança, vamos dizer assim. Foi nesse dia que começou a mudar”.

Luísa também contou sobre o processo de realização do disco e sua importância. “Fomos criando músicas juntos, compondo e eu fui me soltando também. Durante esses 8, 9 meses de processo, fui me abrindo de diversas maneiras e agora depois disso, sou outra pessoa. Então “Pandora” é essa coisa de eu me abrir e querer que as pessoas se abram”.

Segundo ela, o novo álbum veio para mostrar às pessoas que as coisas que acontecem são aprendizados e também como um lugar de fala para as mulheres e todas as pessoas poderem ser elas mesmas e saírem de suas caixas.

Luísa falou também o porque do disco ter poucas faixas (oito). “Todas as músicas tem um porquê de estarem no álbum, até porque não são muitas. Eu não quis fazer muitas músicas, para realmente cada uma ter o seu momento especial no álbum”.

Capa de “Pandora”

A capa do novo álbum é uma ilustração de Kin Noise, artista de Recife e foi inspirado na capa de “Dangerous” do Michael Jackson.

Luísa conta que na ilustração são representadas as várias Luísas que há dentro dela e diversos momentos de sua carreira.

A referência à Michael Jackson, foi feita pelo fato de que ele é considerado a raiz e Rei do Pop e por ele ter influenciado tanto os artistas como a própria Luísa, aqui também é uma artista pop.

“Garupa” e Pabllo Vittar

O primeiro single do álbum é a música “Garupa” com participação de Pabllo Vittar.

Sobre a parceria, Luísa Sonza revela “Não poderia ser outra pessoa. Jamais conseguiria fazer com que esse single do lançamento fosse com outra pessoa. Primeiro porque a Pabllo é uma pessoa que admiro muito como pessoa e também como artista. Ela é uma artista que tem um talento muito grande. Ela dança, canta muito bem e é naturalmente incrível. Também pelo que ela representa e por que me identifico. A gente vive coisas parecidas. Mesmo às vezes parecendo que não, a gente sofre com coisas parecidas, a mesma fonte de opressão”.

Ainda sobre Pabllo diz “Tem alguém mais fora da casinha do que a Pabllo? Tem alguém que seja mais liberta do que ela? Não tem. Ela ela em todos os momentos sem medo de ser ela”.

Sobre a gravação do clipe com Pabllo, a loira conta que elas se divertiram muito e que não foi trabalho, foi diversão. As gravações começaram a meia-noite e terminaram às 3 horas da madrugada.

Luísa falou que tanto para ela, como para Vittar, aquele foi o clipe mais divertido de todos que já fez. Para ela, o vídeo consegue passar toda vibe leve e divertida, que ela quis passar para seu público.

Pop

Com o estilo Pop, Luisa conta que pode mostrar mais as suas diversas facetas e sair fora da caixa.

Ela luta contra a ideia de que o Pop, tem de ser aquela música de pista e animada. É um estilo diverso que também pode e deve mostrar as emoções e ter letras mais profundas e que emocionam.

Turnê

Luísa Sonza contou também um pouco sobre o show de sua nova turnê. Tudo já está pronto e ela fará 30 ensaio antes de começar.

As apresentações serão uma extensão de “Pandora”, com muito punch, muita coreografia e muita emoção. Luísa quer usar o máximo de estrutura para fazer algo grande e que faça diferença para as pessoas.

Foi a primeira vez que ela realmente conseguiu planejar bem o show e fazer mais ensaios.

Gravação do Álbum

Luísa contou um pouco sobre o tempo que gravou o álbum. O mais bonito foi que ela fez questão, de chamar para a coletiva os produtores do disco.

Juntos com a artista, revelaram que a cantora se emocionou muito e chorou muito. Até os produtores se emocionaram com ela.

A cantora afirmou que chorou todos os dias. Ela também contou, que gravou no estudo de Elba Ramalho e que Elba se emocionou quando escutou a canção “Eliane”, que fala sobre a mãe de Luísa .

A artista disse também que é muito agradecida aos produtores do disco, que conseguiram entender muito bem ela e a ajudaram muito. Foi uma troca muito intensa de energia.

O Pocket Show

Após a coletiva, Luísa Sonza apresentou um pocket show não só para a imprensa, mas também para convidados e fãs.

Luiza levantou a galera com os seus grandes sucessos “Boa Menina” e “Pior Que Possa Imaginar”. Com muita dança, a cantora mostrou que tem muita presença de palco e que sabe muito bem dançar e cantar ao mesmo tempo.

Muito emocionante foi o momento em que ela cantou a faixa “Eliane” do novo disco. A música em homenagem a sua mãe, comoveu a todos que estavam presentes.

O show também contou com duas participações especiais, que estão no novo álbum.

Vitão dividiu com ela todo seu talento com “Bomba Relógio”. A música tem uma letra incrível e com certeza vai cair na graça do público. Uma canção diferente das que Luiza já tinha gravado. Muito bacana.

Depois Gaab subiu ao palco para dividir a música “Fazendo Assim”. Quem assistiu ao show, foi ao delírio com esta canção, que tem muita atitude e muita pegada.

E claro, “Garupa” não ficou de fora da apresentação. Pabllo Vittar devido a agenda de shows não pode comparecer e sua parte foi tocada em playback com Luísa cantava ao vivo. Pela reação do público, já deu para perceber que esse vai ser um dos maiores hits brasileiros do ano.

Para finalizar a apresentação, Luísa Souza cantou seu primeiro grande sucesso “Devagarinho” e mais um.avez levou todos ao delírio.

Yo Yo

Com muito empoderamento e atitude, Glória Groove e Iza colocam todo mundo para dançar e rebolar ao som de “Yo Yo”.

A música ganhou um belo clipe com direção e roteiro de Felipe Sassi. A produção é uma continuação do clipe anterior coisa boa onde Glória tinha sido presa e conseguiu fugir.

Após escapar a fugitiva recebe o apoio de Iza para ir para longe e de quebra hackeiam um sistema de TV, para pedir liberdade de expressão e lembrar da importância de sermos quem somos.

O vídeo tem um clima bastante retrô com figurinos e cenários ao estilo dos anos 1970. Também traz uma bela referência ao clipe “Telephone” de 2011 das divas Lady Gaga e Beyoncé.

A nova canção faz parte do próximo álbum de Glória Groove ainda sem data de lançamento. A cantora também está se preparando para sua primeira turnê internacional na Europa em Julho.

Sobre a ótima fase da carreira, Glória que tem 2,5 milhões de ouvintes mensais no Spotify, conta “É revolucionário pra mim estar vivendo tudo isso sendo uma ‘drag queen’ brasileira, e pretendo viver intensamente cada segundo disso tudo”.

Minha Cama

Portugal e Brasil novamente unidos pela música. David Carreira se junta à Nego Do Borel e o Deejay Télio no hit “Minha Cama”, aposta para o verão europeu.

Dirigido por Gonçalo Carvoeiras, o clipe da canção Mostra David e Télio viajando pela estrada de Lisboa com muitas amigas. O brasileiro aparece em estúdio brasileiro interpretando o tema com toda sua reverência.

Nesta terça-feira, David Carreira desenbarcou aqui no Brasil para se juntar a Nego do Borel na divulgação do novo single.

Veja a baixo o vídeo no Instagram postado por ele.

Open My Mouth

Bem poderosa e mostrando que tem muita personalidade, Kiiara lança a empolgante “Open My Mouth”.

A canção, que antecipa o lançamento do primeiro álbum da cantora, ganhou um clipe empoderado com direção de Juliana Carpino. Da produção, Kiiara vídeo uma modelo cheia de atitude.

O mais bacana é que o clipe apresenta uma coleção de moda de Christian Cowan, a linha SS19. Além disso temos a participação de Austin Mahone.

“A arte está aberta à interpretação, então, enquanto alguns ouvem essa música e se relacionam com ela baseados nos relacionamentos que tiveram em suas vidas, para mim essa música é sobre o relacionamento que eu tenho comigo mesma”, revela Kiiara.

A cantora também conta um pouco sobre a importância deste novo single “Eu lutei com problemas de saúde mental por toda a minha vida. Eu me senti calada, me senti sozinha e senti medo. Para mim, essa música é sobre enfrentar essas realidades e colocar tudo isso para fora. Me parece empoderador me abrir e, finalmente, falar a minha verdade, e espero que, ao fazer isso, eu possa encorajar os outros a baixarem a guarda e fazerem o mesmo, para que não se sintam tão sozinhos e indefesos”.

O primeiro álbum de Kiiara será lançado no segundo semestre do ano pela Atlantic Records com distribuição pela Warner Music.

Credo Que Delícia

Thábata chega pra te colocar para dançar e se divertir com “Credo Que Delícia”, uma música envolvente e animada que vai te conquistar em cheio.

Kenny Kanashiro foi o escolhido para dirigir o clipe gravado em São Paulo no Estúdio Benedito. A produção divertida e colorida mostra Thabata como uma garota divertida que tem um pretendente que adora a acompanhar pela internet e quer conquistá-la. O par da cantora é um dos melhores humoristas do país Rodrigo Capella.

Realmente é um vídeo que reflete a mensagem divertida da canção, que nos faz querer dançar muito e cantar junto com a Thábata. Posso dizer com toda a segurança que é um dos vídeos mais bacanas que já assisti. Além disso é impossível não se apaixonar por este grande hit.

Thábata por meio de suas redes sociais, agradece todos os envolvidos na produção de seu novo vídeo. “A gente se divertiu muito! Foi muito massa. Foi engraçado e leve. Deus é muito bom! Obrigada a todos da minha equipe por me contagiar com tanta luz, energia, amor e profissionalismo”.

O single foi produzido por Rick Bonadio e mistura diversos gêneros como Teccno Brega, Forró, Merengue, Sertanejo e Cumbia.

Jorge Blanco e “Vamos”

Acessando o You Tube como faço diariamente, veio uma recomendação de música latina, Jorge Blanco e o single “Vamos”. Assisti ao vídeo e e vi um cantor muito carismático com uma música que tem a cara do verão.

O clipe desta canção incrível e contagiante tem direção de Rodrigo Robles e mostra o cantor em uma praia linda vivendo uma grande história de amor.

A música é composição do próprio cantor em colaboração com Jakke Erixson, Jimmy Jansson, Leopoldo Mendez e Palle Hammarlund e faz parte do EP “Conmigo” lançado pela Universal Music.

Foi muito bom conhecer um artista tão talentoso que dá para música latina frescor e positividade. Ouvi outras canções e são realmente apaixonantes. Saiba um pouco mais sobre este artista multifacetado.

Jorge Blanco

Mexicano, o artista é multifacetado. Além de cantor, é ator, compositor, dançarino e músico e ficou conhecido não só na América Latina mas também nos Estados Unidos e outros países em 2011 ao participar do elenco da série ,”Quando Toca O Sino,” e ao ser u dos protagonistas da série “Violetta” em 2012, como Leon. Ambas produções são do Disney Channel.

Os trabalhos na Disney vieram após em 2008 ele participar do reality show “High School Musical : El Desafio” e fazer o filme do High School Musical na versão mexicana.

Em 2017, Jorge começou a sua carreira solo com o lançamento do single “Risky Business”.

Sobre sua carreira de cantor, o jovem artista conta “Eu me senti muito abençoado por ter tido a experiência de atuar em papéis onde eu também poderia cantar. Música tem sido minha paixão desde que eu era um garoto. Ter a oportunidade de compartilhar minha música é um sonho para a vida toda”.

Ele também fala de suas composições “Eu escrevi dezenas de músicas e acho que estou chegando cada vez mais perto dos sons que ouço na minha cabeça. Eu aprendi muito trabalhando com tantas pessoas excelentes”.

A gente sempre imagina como deve ser gratificante estar no palco e ele fala exatamente sobre isso “Quando subo ao palco na frente de tantas pessoas, sinto uma descarga inexplicável de adrenalina. Quando estou no palco, sinto que estou em casa e farei o que quero fazer. Eu sou perfeccionista e quero dar tudo de mim”.

O talentoso Jorge sabiamente fala sobre o poder da música. “Eu sou uma pessoa que acha que a música não tem limites nem limites. Música une as pessoas. Eu me oponho a qualquer coisa que tenha a ver com dividir as pessoas. Eu digo, seja gentil, ame um ao outro, e qualquer que seja a língua que você fala, somos todos iguais”.

Capa do EP “Conmigo”

Justin Timberlake – Ícone Contemporâneo

No próximo dia 13, Justin Timberlake será homenageado e festejado em Nova York, no baile de gala do Hall da Fama dos Compositores.

O artista irá receber o prêmio de Contemporary Icon (Ícone Contemporâneo) por sua obra como compositor e cantor que o fez um ícone da cultura pop.

Justin é o segundo artista a receber a nomeação. A primeira da lista é Lady Gaga premiada em 2015. O cantor também está comemorando os 20 anos de carreira.

Para celebrar o feito, a Billboard americana pediu que Timberlake contasse a história que deu origem à três das canções que compôs e fizeram muito sucesso. A baixo saiba quais são e o que ele revelou sobre cada uma.

1 – Cry Me A River (2002) : “Foi um momento de definição de carreira. Isso me levou a ser levado a sério como compositor pela indústria e fãs e ajudou a estabelecer minha voz como artista solo. O som que Timbaland e eu exploramos nessa música é o que lançou as bases para o meu estilo de música seguir em frente”.

2 – SexyBack (2006) : “Timbaland e eu íamos e voltávamos das linhas de negociação, tocando essa música, mas aconteceu mesmo depois de eu ter ouvido David Bowie por semanas. Eu queria algo com a mesma sensação de leveza de “Rebel Rebel”, aquela sensação de estar completamente confortável consigo mesmo. Depois que a música saiu, eu estava andando por Nova York quando cruzei com um entregador da UPS que gritou: “Ei, JT! Estou trazendo o sexy de volta!”. Ele estava vestindo o uniforme e tudo, mas naquele momento ele se sentiu assim e isso foi incrível. Eu queria que qualquer um fosse capaz de dizer aquelas palavras”.

3 – Mirrors (2013) : foi escrita para minha esposa anos antes de ser lançada ou de sermos casados. No entanto, é quando eu a performo ao vivo que eu vejo e sinto como essas letras impactaram os outros. Ouvir todos cantarem aquele último refrão comigo será sempre especial. Significa muito para mim que as pessoas realmente se conectaram com essa música.

Atualmente Justin Timberlake está preparando seu novo álbum, ainda sem data de lançamento. No começo de Maio ele divulgou a participação do rapper Anderson Paak para o próximo trabalho em estúdio.

Dark Ballet

Impactante. Essa é a palavra que define “Dark Ballet” de Madonna. Uma música forte com o clipe que impacta nos faz pensar.

A música escrita pela cantora junto à Mirwais Ahmadzaï, ganhou um clipe que nos faz ficar arrepiados e reflexivos com direção de Emmanuel Adjei.

Na mega produção, gravada parte no Mosteiro da Batalha, na cidade portuguesa de Leiria, mostra elementos religiosos figuras católicas na época da inquisição, condenando um homem a fogueira.

Quem interpreta este homem é o artista queer performático Mykki Blanco. O americano é famoso por fazer apresentações artísticas com trajes femininos e peruca. Ele também é ativista e portador do vírus HIV.

O vídeo foi também inspirado na história de Joana D’Arc. Sobre a inspiração em Joana, queimada no Século XV, Madonna conta “Ela lutou contra os ingleses e ganhou, ainda assim os franceses não ficaram felizes. Ainda assim eles a julgaram. Eles disseram que ela era um homem, eles disseram que ela era lésbica, eles disseram que ela era uma bruxa, e, no final, eles a queimaram na fogueira, e ela não temeu nada. Eu admiro isso”.

Madonna realmente é uma Rainha. Sua sensibilidade é além do que geralmente as pessoas possuem e através disso consegue nos impactar e nos fazer pensar sobre a sociedade e o mundo em que vivemos.

Ao mostrar que em muitos aspectos, a humanidade é retrocessa, a diva pop nos impulsiona a tentar mudar esse quadro e nos faz ter esperança. Nesse clipe ela consegue fazer com que percebamos que de alguma forma, alguns aspectos de séculos passados continuam intrínsecos nos dias de hoje. Além de fazer um belo protesto.

A nova canção também nos lembra a importância de não ficarmos calados diante de injustiças e daquilo que acreditamos que tem de ser mudado.

Colo

Quem nunca se frustrou ao procurar um novo amor? É sobre isso que fala o novo sucesso de Renan Cavolik.

O cantor que participou da última edição do The Voice Brasil, em “Colo” protagoniza um dos clipes mais quentes dos últimos tempos. Com muita atitude e direção de Rodrigo Ladeira e Fábio Lamounier (pela Doma ø2), o vídeo mostra Renan em meio a pretendentes com corpos suados, sensualizando enquanto não acha seu amor.

O single é uma composição de Renan Cavolik junto à Douglas Camppos e foi produzida por Vinicius Nage.

Renan Cavolik tem de tudo para ser um dos maiores nomes do cenário pop brasileiro. É um artista que além de muito afinado e saber brincar com a voz como ninguém, tem muita personalidade e orgulho de ser quem é como homem e como cantor.

Eu Sei

A nova aposta vida Universal Music e do Portal Me Gusta, a dupla Cai Sahra chega com tudo pra te conquistar com “Eu Sei”.

O novo sucesso de Felipe Ricca e Rodrigo Silvestrini está na trilha sonora da novela “A Dona Do Pedaço” da Rede Globo e ganhou um clipe bem good vibe gravado no Rio de Janeiro.

Com direção de Paulo Silvestrini, a produção foi gravada nos bairros de São Conrado e Joá (Zonas Sul e Oeste) no Rio de Janeiro. Nela vemos os meninos em estúdio e depois cantando em um show e entre amigos a música pra uma musa inspiradora.

Os meninos se conheceram aos 10 anos, tocaram juntos e mais tarde em 2016 formaram a dupla. O sucesso no You Tube chamou atenção dos seguidores e da Universal Music. O primeiro sucesso “Meu Bem” alcançou 1,5 milhões de visualizações de seu clipe.

Novidade de Jorge Drexler

Uruguaio mais amado do Brasil, Jorge Drexler inicia uma nova etapa da sua carreira e revela que está “muito animado com este novo capítulo”.

O cantor acaba de assinar contrato com a Sony Music.

Jorge Drexler assinando o contrato com a Sony ao lado do CEO Afo Verde

Jorge Drexler assinando o contrato com a Sony ao lado do CEO Afo Verde
Animado, o presidente da Sony Music Espanha e Portugal, José María Barbat, falou da importância de ter Jorge no time da gravadora “É uma honra ter um artista deste porte conosco, vencedor de prêmios mundiais como o Oscar e o Grammy Latino. Um artista capaz de desafiar o apogeu da música urbana na Meca do Grammy Latino, onde dominou a última edição da premiação”.

Barbat completa “Por sua trajetória, e também porque é uma pessoa maravilhosa, estou muito feliz em dar as boas-vindas a este artista com o qual, com certeza, vamos dividir momentos incríveis”.

Foto: Roger Kisby

Por sua vez Afo Verde, presidente do Conselho e CEO da Sony para a América Latina, Espanha e Portugal, enfatiza “Todos na Sony somos fãs de Jorge. Admiramos seu talento, sua criatividade, sua humanidade. Sentimos que o melhor de sua carreira está prestes a começar e seremos eternamente gratos a ele e à sua equipe maravilhosa por confiarem em nós. Prezado Jorge, sinto-me profundamente honrado em recebê-lo em sua nova casa”.

Atualmente Jorge Drexler está viajando diversos países com a sua turnê ‘#giraSILENTE’ com ingressos esgotados.