Cuidando de Longe

E quem poderia imaginar a parceria entre Gal Costa e Marília Mendonça? Pois é. a parceria aconteceu e o resultado ficou incrível em “Cuidando De Longe”.

A faixa produzida por Marcus Preto, traz a sofrência com ar de Dance e Black Music da década de 70. O seu clipe mostra as duas cantoras em um estúdio em São Paulo, gravando a canção e se divertindo.

Foto: Carol Siqueira

Gal desejava que esta música fosse uma sofrência com final feliz e com batida da disco music. Ela mesma pensou em Marília e o convite foi feito pelo produtor musical. Já de cara esta foi a música pensada para o dueto.

O single já tinha sido gravado pelo cantor Israel Novaes e nesta versão temos no backing vocal Céu, Filipe Catto e Maria Gadú.

Fotos: Carol Siqueira

Histórica e inusitada a música está no mais recente álbum de Gal Costa, “Pele do Futuro”.

Anúncios

Mil Noites De Um Amor Sem Fim

Silva sai de sua zona de conforto e se joga numa Bossa Nova Orquestrada com “Mil Noites De Um Amor Sem Fim”. E se você é mais sensível, separe os lencinhos para as lágrimas.

Foto: Breno Galtier

O clipe mostra Silva acompanhado de uma linda orquestra e do maestro Eduardo Souto Neto. Além de imagens dos bastidores da gravação da canção.

A nova música foi feita sob encomenda para novela da Globo espelhos da vida e foi composta pelo cantor junto ao renomado Ronaldo Bastos.

Fotos: Breno Galtier

Sobre o single Silva conta “Tive o prazer enorme de compor essa música com e a convite de Ronaldo Bastos, meu grande amigo que fez algumas das canções mais lindas desse país. E também a grande alegria de ter o arranjo da orquestra feita pelo Maestro Eduardo Souto Neto, de quem sou fã. É muito incrível estar rodeado de tanto amor e música”.

Um dos maiores talentos atuais deste país, Silva mais uma vez mostra sua versatilidade e capacidade de tocar o nosso coração. E agora com uma de suas músicas mais lindas.

Maria Maria

O clássico “Maria Maria” de Milton Nascimento, acaba de ganhar uma versão acústica e um lindo clipe.

A música foi lançada em 1978 (há 40 anos) o disco Clube da Esquina e ganhou agora um vídeo pela primeira vez. Foi composta por Milton junto a Fernando Brant para o espetáculo homônimo do Grupo Corpo inspirada em todas as Marias Brant conheceu.

Na produção dirigida por Matheus Serna, vemos mulheres lindas, cada uma com sua beleza dançando e ilustrando a força, a coragem e a delicadeza das mulheres. Participaram da coreografia as cantoras e atrizes Jéssica Ellen, Zezé Motta, Georgina Góes, Sophie Charlotte Camila Pitanga, Arianne Botelho e Simone Mazzer.

Feliz, Milton conta “O lançamento do clipe é uma das coisas que mais me emocionou. Já tem muito tempo que a gente não faz um trabalho dessa forma. O Matheus conseguiu sintetizar tudo o que a música representa”.

Sobre a roteirização, o cantor revela “Foi o próprio Mateus quem nos contou de tudo que ele estava planejando. As ideias eram tão parecidas como que a gente pensava que damos liberdade total para ele. Até que Mateus apareceu com essa coisa linda que ficou o clipe. Confesso: não consigo parar de ver; está demais”.

O diretor do clipe falou sobre a ideia do clipe “Queria que todas elas (mulheres) se identificassem. Inicialmente pensei em todas as locações possíveis. Praia, campo, cidade. Mas cheguei à conclusão de que um não lugar seria importante para que a identificação acontecesse de forma imediata”.

Matheus sonda completa “Por isso a terra está tão presente ela acaba se comunicando com todos os tipos de mulher o clipe deveria servir a música”. O cenário foi inspirado na turnê atual de Milton chamada “Semente da Terra”.

O diretor falou como as artistas que participaram influenciaram na coreografia, “A gente não podia fazer um roteiro linear. Apesar de ter a direção e colaboração de Márcia Rubin (coreógrafa), cada uma delas foi criando à sua maneira de forma orgânica. Foi impressionante como todo mundo se emocionou. Isso chega a ser visível no vídeo do clipe”.

A nova versão do clássico está presente no EP “A Festa” que reúne alguns sucessos de Milton Nascimento em versões acústicas. Ele faz um balanço da nova versão “A gente nunca lançou algo parecido. Esse lance mais acústico foi uma coisa inédita na minha vida, mas que surgiu naturalmente na época das gravações. Passado um tempo decidimos que era hora desse material ser conhecido pelas pessoas”.

Sem dúvida o clipe é uma das coisas mais bonitas que já vi. Ele representa com muita honestidade e força como a mulher é guerreira e supera a cada desafio sem perder a doçura, a esperança e a força. Um “viva” às mulheres.

Aquele Adeus

O cantor e compositor Cícero lança o simples, porém belo clipe do doce single “Aquele Adeus”.

Gravado em Cacilhas (em Portugal) durante a turnê Portuguesa de divulgação do álbum “Cícero & Albatroz”, o clipe mostra o artista cantando em quanto o tempo passa por ele. A direção foi por conta de David Marques.

Cícero conta “O clipe veio de uma tarde muito agradável que passei com David e sua família nas calcinhas, em Portugal, na turnê de divulgação do disco com Albatroz esse ano. tanto clipe quanto a música são reduzidos ao essencial a canção e achei que ficaram muito bonitos assim”.

E o cantor tem razão. O resultado ficou muito belo e transmitiu a mensagem da música passando muita emoção.

Jorge Ben Jor e Clube Do Balanço Em São Paulo

Pessoal de São Paulo e região que ama a boa música, não pode perder todo o carisma e talento de Jorge Ben Jor e do Clube Do Balanço em uma apresentação única da turnê “Salve Simpatia”.

A apresentação vai encher o Espaço das Américas de muito swing e ritmo no Sábado, dia 23 de Junho. Jorge, com sua voz única e som que mistura as raízes brasileiras e africanas trazendo muita energia e misticismo, vai contagiar a todos com suas principais músicas.

Foto: Fernando Young

O dono de sucessos como “Mais Que Nada”, “Por Causa de Você Menina”, “País Tropical” e “Take It Easy My Brother Charles” nasceu no Rio de Janeiro e cantava no coro da igreja e sempre adorou o Carnaval. Seu primeiro sucesso foi “Samba Esquema Novo” e a partir daí não parou mais, se tornando um dos maiores nomes da música brasileira.

Fotos: Fernando Young

A abertura do show será de arrasar com o grupo Clube do Balanço. O conjunto se uniu pela primeira vez na década de 1970 apenas para animar um baile e foi tão bem recebido pelo público que virou um grupo dd verdade.

Fotos: Kika Silva

Já são quatro álbuns lançados e nesta incrível noite a banda vai relembrar grandes sucessos como “Vício Perfeito”, “Samba e Arroz” e “Saudade Da Preta”.

Você não pode perder este show inesquecível e cheio de boas vibrações. Os ingressos variam de R$ 100,00 a R$ 220,00 e podem ser adquiridos nas bilheterias do Espaço das Américas ou pelo site da Ticket 360

O Show

Data: 23 de Junho de 2018 (Sábado)

Horário: 22h30 (abertura da casa 20h30)

Endereço: Espaço Das Américas (Rua Tagipuru, 795 Barra Funda – São Paulo/SP)

Canção De Engate

“Canção de Engate”, uma das música de Filipe Catto que mais gosto de ouvir, ganhou nesse Dia Dos Namorados um clipe sensacional.

O single é uma regravação do clássico do compositor lusitano Antonio Variações de 1987. Catto conheceu o trabalho do compositor em sua visita à Lisboa em 2014 e se apaixonou pela obra dele.

O novo clipe com direção da portuguesa Joana Linda, foi gravado nas baladas de Lisboa. Com referências dos anos 1990 e 2000, a produção aposta no realismo fantástico e mostra uma noite de amor entre dois jovens que passam juntos a madrugada. Filipe contracena com o lindo Luís Puto.

Foto: Joana Linda

Segundo o cantor “É fundamental pra mim como artista contar essa história de uma forma leve, amorosa. A gente quis traduzir essa coisa arquetípica do Boy Meets Boy, usando a fotografia e a direção de arte para criar um universo de sonho, em que tudo é cor de rosa, tudo brilha, tudo é kitsch e exagerado como o primeiro amor”.

Filipe revela que as décadas de 90 e 2000 foram utilizadas para representar o romantismo que só a fase da adolescência tem e que de certa forma o clipe é autobiográfico.

E ele completa “A gente quis ir pra um lugar absolutamente lúdico neste vídeo. Como a música em si tem essa narrativa de um encontro pela noite, de dois garotos que se pegam numa festa, num inferninho, numa sauna, foi irresistível fazer um clip de vampiros, porque este universo é delicioso de brincar”.

Foto: Joana Linda

Também o artista conta “A gente pirou na direção de arte com elementos pop e coloridos pra contar essa história como se fosse um sonho e uma grande loucura de gente grande se divertindo horrores, vestidos de vampiro pelos recantos icônicos de Lisboa”.

Com muito carinho Filipe fala sobre gravar uma obra de Antonio Variações, “Falar de Variações hoje é falar de resistência, liberdade, afinal ele é talvez o mais importante artista LGBT de seu país”, explica Filipe. “Mas o que mais me fascina na obra dele é a inventividade, a poética, a explosão plástica, a coisa quase naify que ele carrega no visual e na linguagem. Esse elemento estético foi algo que inspirou muita gente pra conceber esse vídeo”.

Sem dúvida, um dos clipes mais incríveis que já vi na vida e também um dos melhores de Filipe Catto, que tem o dom de nos impactar, sempre de forma positiva e que nos sensibiliza, emociona.

A Cor É Rosa

A espera acabou e o cantor Silva acaba de lançar “A Cor É Rosa”, o primeiro single de seu novo projeto discográfico.

O lindo clipe gravado no Espírito Santo, em locais que fizeram parte da visa do cantor, tem a direção de André Paste e mostra toda a brasilidade do cantor em belas paisagens que enchem nossos olhos de cor e emoção.

A nova canção é cheia de beats sintéticos com uma levada bem axé, lembrando o som de Caetano Veloso (inclusive a vó de Silva) em sua fase bem tropicália.

O novo disco, “Brasileiro”, será lançado pela Slap com 14 músicas e participação especial de Anitta no dia 25 de maio.

Sobre o novo trabalho Silva conta “Acho que o disco reflete a forma como eu me enxergo no mundo, e também a maneira como hoje me enxergo brasileiro, profundamente ancorado na esperança do que surgirá de bom de todo esse caos em que vivemos”.

O disco promete repetir o sucesso de “Júpiter” e “Silva Canta Marisa”, expandindo ainda mais o público de Silva e conquistando ainda mais os seus já fãs cativos.

Céu Azul

Que delícia de clipe! É bem assim o novo vídeo de Paula Toller para a faixa “Céu Azul”.

Com direção de Carol Delgado, bem leve e divertida, a produção mostra Paula se divertindo dançando e fazendo caras e bocas ao interpretar o tema. A positividade é expressada pelas imagens, assim como pela letra da canção.

Esta nova versão para o sucesso de Charlie Brown Jr faz parte do projeto “Como Eu Quero”, que reúne canções que marcaram a carreira de Paula Toller e sua vida, com pegada mais folk.

Ainda este ano teremos o novo álbum da cantora, que promete ser um arraso e com o qual Paula vai conquistar ainda mais todos nós.

Nem O Mar (Pôde levar)

Participante do The Voice 2016, Jade Baraldo é um dos grandes nomes da música brasileira atual e acaba de vir com tudo no clipe de “Nem O Mar (Pôde Levar).

Com direção de Erich Eichner, o vídeo é extremamente sensual e conceitual. Plasticamente muito belo, mostra artista belamente se entregando à sua arte. Destaque para as participações dos dançarinos Marcos Chaves e Edfy Soares.

O novo single tem um som mais alternativo, conceitual e com muita personalidade. Jade faz com muita maestria e bom gosto o uso de sua voz potente que vai direto ao coração de quem escuta.

Inocente

Sofrência mais refinada, é assim que chamam a faixa ‘Inocente’ de Alice Caymmi que acaba de lançar um clipe incrível com imagens que parecem gravadas em VHS.

Com direção de Allexia Galvão, a produção mostra Alice viajando, não só por algum lugar, mas também dentro de si. Com quadrados dividindo por várias vezes as imagens, o vídeo ficou impecável e com um ar de refinamento e muito, muito bom gosto. Arrisco a dizer que se trata de um poema em vídeo.

A faixa de letra intensa e confessional, produzida por Bárbara Ohana está no novo disco ‘Alice’ e foi composta pela artista junto a consagrada e talentosa Ana Carolina e possui uma pegada mais para o R&B. Segundo Alice Caymmi, “Essa  música surgiu em uma viagem que fizemos para o interior do Rio de Janeiro. Na época eu desenhei algumas linhas rítmicas pro começo, pra juntas criamos o resto da melodia e letras”.

Sobre a parceria com Ana Carolina, a artista revela “A gente se conheceu durante a divulgação do meu segundo disco, Rainha dos Raios (2014). Recordo que ela me convidou para sua casa, para fazer a audição das músicas deste álbum, e foi ali percebi que somos pessoas muito parecidas”.

Com certeza este single será um grande sucesso e a ansiedade para o novo disco, com previsão de lançamento para Janeiro, só aumenta. Mas sem dúvida será um grande disco.

 

Canção De Engate

Nosso querido e talentoso Filipe Catto lança um single que me conquistou e muito e que tenho certeza que você vai amar.

Com sua inconfundível voz, Filipe mostra mais uma faixa de seu novo trabalho. Composta pelo português António Variações, “Canção De Engate” conquistou o cantor após conhecer em 2014 a obra do compositor.

Catto conta “Estava em Lisboa para um show no CCB e meus amigos me falaram desta canção do ícone Queer do Pop português, Antônio Variações. Fiquei louco pela música e de lá pra cá eu virei fã. Lamentei sua morte precoce, me emocionei e dancei sozinho muitas vezes essa canção de madrugada. Quando voltei no início do ano a Portugal resolvi cantar a “Canção de Engate” como uma celebração do corpo e das possibilidades do amor. “O amor é um momento em que me dou e que te dás”, fala a canção. Nunca isso me pareceu tão verdadeiro”.

Foto de Lorena Dini

O artista ao falar sobre a importância desta canção no novo projeto a define como “mood do disco” e revela “Fico feliz em representar a poesia de Variações nos nossos tempos através dessa interpretação. Só mostra o quanto o autor é atemporal e definitivo”.

No dia 24 de Novembro Filipe lança seu terceiro disco “Catto” e já estamos ansiosos para ouvir a obra. Já temos a certeza em nossos corações e nossas intuições, que o novo CD será mágico, impecável e gostoso de ouvir.

Ressaca

Continuando a temática de ‘Álcool’, o talentoso Jão estreia o clipe de ‘Ressaca’ fambém com direção de Gabriel Dietrich.

A produção foi gravada no Litoral Paulista e o diretor revela que apesar de ter uma narrativa diferente de ‘Álcool’, este segundo vídeo segue a mesma temática. “São momentos diferentes da mesma história. Por isso cada um ganhou um tratamento personalizado, mas existe uma continuidade entre eles. É como se ‘Álcool’ fosse o início de uma trama e ‘Ressaca’ una trajetória consequente, ambos com emoções ee nuances próprias”.

Sobre a gravação dos clipes, Jão conta “Nós gravamos dois clipes em menos de 24 horas e foi bem intenso, com quase nenhum intervalo entre eles. Sempre tive uma preocupação muito grande com o material visual e trabalhamos com a mesma atenção que damos para o áudio”.

Junto a ‘Álcool’, o single ‘Ressaca’ estreou de cara entre as dez mais virais do Spotify Brasil e farão parte do primeiro EP de Jão, em fase de produção.