O Believe In You

Cumprindo a sua promessa Michael Bublé lançou o super emocionante vídeo de “I Believe In You”, que vai te arrancar lágrimas. Prepare os lencinhos.

Com muita sensibilidade Derek Hough foi responsável pela direção de uma bela história de amor. Um casal se conhece desde bem criança e e ao longo do tempo esse amor foi se transformando até que jovens se casaram e ficaram juntos até a velhice.

Não tem como acompanhar esta história narrada pela música de Maicon sem selecionar e se identificar. Quem que não gostaria de viver um amor assim?

Mais uma vez Michael Bublé lança uma linda música que mexe com os nossos sentimentos e nos faz lembrar que sua carreira continua de vento em polpa.

Nós, é claro, amamos!

Michael Bublé Na Ativa

Lembra que noticiamos a aposentadoria de Michael Bublé? Pois bem. Tudo não passou de um susto e o cantor fez questão de desmentir tudo.

Para nossa alegria, o cantor canadense veio à público, através da agência Associated Press, desmentir que vai encerrar a carreira. Ele diz ter sido mal interpretado pelo Daily Mail.

Muitos amigos de Bublé quando souberam da tal aposentadoria mandaram mensagens de texto para o cantor, que ficou surpreso. Bem humorado, o artista disse aos amigos: “considerem a fonte”.

Sobre a ideia de encerrar a carreira, Michael conta “Vou continuar até que surjam notícias de minha morte, que provavelmente serão falsas”.

Ele também revelou que a reportagem do Daily Mail tinha uma “energia negativa” e que ele não é “forte o suficiente para lidar com as mentiras” do universo das notícias.

Ao falar do apoio que recebeu, Bublé concluiu “A propósito, eu agradeci aos amigos que me escreveram, por se preocuparem com meu bem estar, e pedir um favor. Não compartilhem isso comigo. Me enviem fotos de seus filhos e diga como vocês têm passado, porque eu prefiro realmente saber sobre esse tipo de coisa”.

Dias atrás, sua agente Liz Rosenberg já tinha revelado que a notícia era falsa, e que a parte em que o cantor dizia não ter estômago para o mundo do narcisismo das celebridades, que queria se renovar e que após fazer o disco prefeito podia sair no auge, tinha sido tirada do contexto, enquanto o cantor falava sobre as emoções por quais passou nos últimos anos.

Esta motícia vem para deixar todos os fãs de Michael Bublé respirarem aliviados. É uma felicidade muito grande saber que vamos ainda ouvir por muitos anos a voz linda e inconfundível do cantor, e nos emocionar com suas lindas canções.

Love You Anymore

Michael Bublé retorna a música com o cativante vídeo de “Love You Anymore” de seu próximo álbum, o último da carreira.

Com direção de Bem Mor, o sensível clipe mostra Michael andando por uma linda praia indo de encontro ao seu amor, por quem seria capaz de ir até as estrelas.

O mais interessante da nova música é que ela foi composta por Charlie Puth, já que raramente o cantor grava músicas que não são suas.

Sobre a nova canção Bublé conta “Estávamos trabalhando no álbum, e um amigo meu que havia co-escrito, me ligou e me disse que eles estavam trabalhando em uma nova música e sabia o conceito do meu novo álbum, um lindo disco romântico. Normalmente quando pego músicas como essas, é difícil para mim, eu costumo escrever minhas próprias músicas. Eu nem sempre gravo outras, mas pela primeira vez na vida fiquei tão impressionado que resolvi gravá-la”.

O cantor ainda revelou que ao ouvir esta canção pela primeira vez, imediatamente sentiu que a deveria gravar. Ele também se diz orgulhoso tanto com esta faixa, como com este novo disco.

O álbum “Love” será lançado em 16 de Novembro de 2018. É o último trabalho antes da aposentadoria do canadense.

Aposentadoria

Aos 43 anos, o cantor Michael Bublé anunciou para o jornal britânico Daily Mail sua aposentadoria do mundo da música.

Em 2016 o seu filho Noah, que na época tinha 3 anos, foi diagnosticado com câncer de fígado. Há dois anos o artista fez uma pausa em sua carreira para se dedicar ao tratamento do filho.

Agora que seu filho está em fase de remissão, que é quando a doença não é mais mostrada pelos exames, Bublé resolveu lançar o seu último disco e depois disso se aposentar. Se em cinco anos a doença não voltar, é considerada a cura.

O cantor diz não “não ter mais estômago” para o narcisismo da vida de celebridade e declara “Estou me aposentando. Fiz o álbum perfeito e agora posso sair no auge”.

Na entrevista, que segundo ele é a sua última, o canadense também revelou “O diagnóstico me fez perceber o quão burro eu fui por me preocupar com coisas tão sem importância. Fiquei com vergonha do Meu Ego que permitiu certas coisas por insegurança”. E ainda completa “Então decidi nunca mais ler meu nome nos jornais, nunca mais ler uma crítica sobre o meu trabalho e nunca mais usar rede social”.

O marido da atriz e modelo Argentina Luisana Lopilato, com a doença do filho começou a repensar a vida. “Passando por isso com o Noah, eu não questionei quem eu era, eu apenas questionei todo o resto. Porque estamos todos aqui? Isso e tudo o que somos? Tem que haver algo mais. Eu me transformei. Minha recepção sobre a vida mudou”.

E sobre a música Michael Bublé conta “Nunca pensei que não voltaria para indústria musical. Meu amor pela música não acabou. Só precisei colocá-lo de lado”.

“Love”, o último álbum do cantor será lançado no dia 6 de Novembro de 2018. Além disso, Michael está preparando junto ao apresentador James Corden, uma edição especial do programa de televisão Carpool Karaoke para arrecadar fundos para a ONG “Stand Up To Cancer”.

Desejamos que Michael Bublé e sua família superem tudo isso e que sejam muito felizes. Suas músicas serão eternas e continuaram acompanhando a vida de todos nós.

Nobody But Me

Temos um novo álbum de Michael Bublé para curtirmos muitas e muitas vezes. O tão aguardado ‘Nobody But Me’ já está á venda nas lojas físicas e virtuais, bem como nas plataformas digitais.

Abrindo este CD, com muito violão e gostosa de ouvir temos a faixa ‘I Believe In You’ sobre a importância de além de acreditarem em você, acreditar em si mesmo e de que é possível conseguir o que se quer e ser feliz. Outa bela canção é ‘My Kind Of Girl’ em que ele fala de seu tipo de garota e que com um olhar o conquista e o faz sentir coisas boas.
Tendo um arranjo que lembra as clássicas canções de Frank Sinatra, é uma das mais fofas de todas e que nos envolve.

Misturando o clássico com a modernidade através de versos de Hip Hop, ‘Nobody But Me’ que dá título ao novo trabalho de Bublé e foi a primeira música de trabalho, aborda o ciúmes e trás um frescor novo ao disco e nos contagia, além de trazer identificação a quem a escuta. Impossível é não se apaixonar por ‘Today Is Yesterday’s Tomorrow’ que fala de um amor que se renova e cresce a cada dia, que se torna único.

nobody-but-me

Todo o romantismo do cantor é expresso com ‘The Very Thought You’ sobre um amor onde tudo lembra a pessoa amada, desde uma flor até um pensamento e ‘I Wanna Be Around’ sobre um ‘coração em pedaços’, ambas também com um ar clássico do jazz. Dando um toque todo especial, Meghan Trainor canta com Michael na faixa ‘Someday’ que nos remete a um clima praiano, um luau e fala de amar independente das diferenças. E para fechar o disco com chave de ouro, uma das músicas mais lindas e emocionantes, ‘God Only Knows’ se refere ao amor que nos trás bem estar e nos faz sentir vivos.

Lançado pela Warner Music, como todo CD que adoramos, parece que o tempo voa quando estamos curtindo cada música, cada arranjo e cada emoção de ‘Nobody But Me’. Um trabalho lindo e de extremo bom gosto que mistura o clássico com o moderno, o antigo com o novo, marca registrada de Michael Bublé. Confira este belo trabalho e se apaixone por ele. Você vai querer o ouvir muitas e muitas vezes.

Michael Bublé

 

O cantor e compositor Michael Bublé nasceu no Canadá em 9 de Setembro de 1975. O artista que ao todo vendeu mais de 40 milhões de cópias ao redor do mundo, começou a se interessar por jazz aos cinco anos de idade através de sua família que era apaixonada por música, principalmente o Jazz.

Quando criança seu sonho era ser jogador profissional de Hóquei e ficava horas praticando. Porém após muitas quedas e machucados desistiu da ideia de seguir carreira. Dos 14 aos 20 anos trabalhou como pescador comercial junto ao seu pai durante o verão. Ele começou a cantar aos 16 anos em clubes noturnos, além de fazer aulas de canto pagas por seu avô, um apaixonado por jazz que tinha uma coleção de discos escutados por Michael. Aos dezoito anos venceu um concurso de talentos locais e venceu, porém por ter menos de 21 anos foi desclassificado. Depois disso ao participar de outro concurso começou a promover sua carreira. Em 1997 participou constantemente de um programa de TV do canal CTV apresentado por Vicki Gabereau e no último programa da temporada cantou com Diana Krall, que se encantou pelo trabalho dele.

Em 2000 escreveu músicas para o filme ‘Here’s To Life’ e gravou três discos independentes. Neste mesmo ano conheceu Michael McSweeney, um ajudante de um ministro que o chamou para cantar em uma festa de negócios. Neste evento foi apresentado ao produtor musical David Foster que já havia trabalhado com Madonna, Cher, Kenny G e Celine Dion. Até que o produtor o levou para a gravadora 143 Records com a qual assinou contrato para lançar seu primeiro CD. Este trabalho homônimo de estreia foi lançado em 2003  e incluía regravações de vários sucessos como ‘The Wy You Look Tonight’ e ‘You’ll Never Find Another Love Like Mine’. Com este álbum, entrou para a lista da Billboard americana  em 50º lugar entre os 200 mais vendidos. Em 2004 foi lançado seu primeiro DVD ‘Come Fly With Me’.

O segundo disco ‘It’s Time’ começou a ser vendido em 2005 e teve como singles ‘You Don’t Know Me’, ‘Feeling Good’, ‘Song For You’ e a sua canção mais famosa até hoje, ‘Home’. No Canadá o trabalho foi o mais vendido do ano e o mesmo aconteceu no Japão e na Itália. No Ano seguinte venceu o Prêmio Juno nas categorias ‘Álbum Pop Do Ano’, ‘Artista Do Ano’ e ‘Melhor Canção’ com a faixa ‘Home’. O sucesso continuou com o lançamento do terceiro disco ‘Call Me Irresponsible’ em 2007 e incluía canções como ‘Everything’, ‘Always On My Mind’, ‘Dream’ e ‘Me and Mrs. Jones’. Além do dueto com Boyz II Men em ‘Comin’ Home Baby’. Nos EUA foi o disco mais vendido em sua segunda semana de vendas e somente no país vendeu um pouco mais de 2 milhões de cópias.

michael-buble-2

Em 2009 foi a vez do lançamento do segundo DVD Ao Vivo ‘Michael Bublé Meets Madison Square Garden’. O seu quarto álbum ‘Crazy Love’ foi lançado no mesmo ano através do single ‘Haven’t Met You Yet) e o trabalho estreou já em primeiro lugar na Billboard americana. No Canadá, foi o disco mais vendido do ano. Em 2010 participou das cerimônias de abertura e de encerramento dos Jogos de Inverno no Canadá e venceu o Prêmio Juno de ‘Álbum do Ano’, ‘Álbum Pop Do Ano’ No fim deste ano foi lançada um versão deluxe de Crazy que recebeu o nome de ‘Crazy 0 Hollywood Edition’ com músicas extras incluindo o sucesso ‘Hollywood’. Em 2011 lançou ‘Christmas’, seu disco de Natal.

Em 2013 estreou o disco ‘To Be Loved’ contendo canções inéditas como ‘It’s a Beautiful Day’ e ‘Close Your Eyes’ e diversas regravações de músicas como ‘You’ve Got a Friend in Me’, ‘After All’ em dueto com Bryan Adams e ‘Something Stupid’ com participação deReese Witherspoon. O trabalho foi o CD mais vendido em países como Austrália, Canadá, Chile e Portugal. Agora em 2016 acabou de ser lançado esta semana o novo disco de Bublé. ‘Nobody But Me’ está sendo trabalhado e o primeiro single do álbum é a canção de mesmo nome, ‘Nobody But Me’.

Michael Bublé é um ótimo cantor com uma voz muito bonita e que é diversas vezes comparada com a de Frank Sinatra pelos fãs e críticos musicais. Além disso, possui um carisma imenso e canta músicas que tocam os nossos corações através de muitas sensibilidade e emoção. No mundo todo é um dos artistas mais aclamados e reconhecidos dos últimos tempos, se tornando um fenômeno de vendas e de público.