Let Go – 15 Anos

No dia 4 de junho um dos melhores álbuns pop (que se mistura com rock e punk) completou 15 anos. Nada menos do que o aniversário de “Let Go” da Avril Lavigne.

O disco de estreia da Avril foi lançado quando eu tinha 15 anos (em 2002) e produzido pela equipe The Matrix (Scott Spock, Clif Magness, Lauren Christy e Graham Edwards) que já trabalhou com Britney Spears, Katy Perry e Christina Aguilera.

Me lembro como se fosse hoje como eu vivia ouvindo esse CD que não saia do meu aparelho de som. A primeira faixa que ouvi e que me fez fã a primeira audição foi o primeiro single ‘Complicated’ que alcançou o primeiro lugar nas paradas de países como Espanha, Inglaterra, Austrália, Canadá e Brasil. Amei quando vi o clipe daquela garota de gravata e saia com roupa de esqueitista. Como não se encantar por uma jovem com tanto estilo?

O segundo single foi ‘Sk8ter Boi’ com uma batida mais rápida e que conquistou os adolescentes, que era o maior público da cantora, por se identificarem com sua letra. A escolha dos dois primeiros singles foi curiosa pois no começo houve uma preocupação de que o fato deles mostrarem uma cantora mais brincalhona e jovem pudesse afastar os amantes da música mais séria. Porém o agente da artista, Terry McBride insistiu por entender que as duas músicas mostravam uma cantora diferente e com músicas inovadoras compostas por ela mesma. E ele estava certo, foram a duas músicas que alavancaram a carreira de Avril.

A terceira música de trabalho ‘I’m With You’ por aqui foi trilha sonora da novela ‘Mulheres Apaixonadas’ de Manoel Carlos. Uma das mais belas do disco, foi mega sucesso entre os fãs, sendo a segunda canção mais executada nos Estados Unidos. Para fechar a lista de singles, tivemos a empolgante ‘Losing Grip’.

IMG_20170605_102411

Lançado pela Arista Records o disco foi estouro no mundo todo rendendo  à canadense, a marca de 20 milhões de cópias vendidas. Foi o segundo álbum mais vendido de 2002 e o nono de 2003, mesmo ano em que Lavigne entrou para o Guiness Records como a cantora mais jovem a entrar no topo da parada do Reino Unido aos 18 anos.

Avril foi considerada pela crítica musical como uma cantora talentosa de grande voz e com grande variedade de estilos e músicas, além da capacidade de compor muitas canções de qualidade.

Sem dúvidas “Let Go” é um disco cheio de canções empolgantes e que não saem da nossa cabeça e nosso coração, além de ter marcado toda uma geração. Uma grande estreia de uma cantora que até hoje é sucesso e nos presenteia com canções cada vez melhores. Avril Lavigne evoluiu muito e é uma das poucas cantoras que já era muito boa, afinada e talentosa já em sua estreia.

Anúncios

Nelly Furtado

A compositora e cantora Nelly Furtado nasceu em 02 de Dezembro de 1978 na província de Vitória, capital da província canadense de Colúmbia Britânica e é filha de imigrantes portugueses (Maria Manuela e José).

Com onze anos começou a tocar teclado e aos treze a compor suas canções. Após terminar o colégio se mudou para Toronto, que segundo ela é o lugar onde se encontra tudo e on de se pode tudo. Lá formou, em 1997, uma dupla chamada ‘Melstar’ com o músico local Tallisman, porém antes de gravar o primeiro clipe da canção ‘Like’ percebeu que o estilo que eles cantavam não correspondia com sua personalidade musical e então abandonou o projeto. Depois começou a cantar em um clube noturno e lá conheceu Gerald Eaton que se tornou seu produtor e que a levou a assinar seu primeiro contrato com a DreamWorks Records.

Em 2001 o álbum de estreia de Nelly, ‘Whoa Nelly’ foi lançado junto ao single ‘I’m Like A Bird’, um de seus maiores sucessos até hoje. O empolgante segundo single ‘Turn Off The Light’ também foi um grande êxito e também fez participação na canção que também marcou sua carreira, ‘Fotografia’ com a participação do colombiano Juanes. Este primeiro CD a rendeu o Prêmio Grammy na categoria ‘Melhor Cantora’ e foi disco de ouro no Brasil, de quádruplo platina no Canadá e triplo platina nos Estados Unidos.

O segundo disco ‘Folklore’ foi lançado em 2003, sendo o mais alternativo de todos por conter elementos da música folk e instrumentos indígenas. O cantor brasileiro Caetano Veloso participou da faixa ‘Island Of Wonder’, na qual a ajudou a compor a letra. Os maiores hits do CD foram a bela ‘Try’, ‘Powerless’ e ‘Força’ que tinha metade de sua letra em português e metade em inglês, por ser tema oficial do ‘Campeonato Europeu de Futebol 2004’ em Portugal.

O mais famoso álbum da artista é ‘Losse’ que foi lançado em 2006. A participação de Timbaland no single ‘Pormiscuous’ a trouxe maior projeção no mundo todo ainda. Este trabalho bem Pop teve fortes influências do Hip Hop e do R&B, além de trazer a ela uma imagem mais sensual nas canções e nos clipes. Nele teve a participação de Juanes na bela faixa ‘Te Busqué’. Devido ao enorme sucesso, em 2007 sua cidade natal através do prefeito definiu o dia 21 de Março como ‘Dia da Nelly Furtado’. O disco também vendeu 10 milhões de cópias no mundo todo, tornando o mais vendido entre os anos de 2006 e de 2007. A turnê do disco virou um DVD (‘Loose: The Concert’).

‘Mi Plan’, o tão aguardado disco em Espanhol de Nelly finalmente foi lançado em 2009 trazendo muitas letras bem românticas e foi vencedor do  Latin Grammy com o ‘Melhor Álbum Pop’ . Os singles foram ‘Manos Al Aire’, ‘Más’ e ‘Bajo Outra Luz’. Segundo a Billboard o trabalho é ‘um álbum simples com canções que apelam para a sensibilidade melódica, em vez de engenhocas rítmicas. O jogo é uma mistura de vulnerabilidade e seriedade. Ótimo álbum’. No ano seguinte o disco ganhou uma versão de remixes intitulado ‘Mi Plan Remixes’ pela Universal Music. Em 2010 foi lançado o disco compilatório ‘The Best Of Nelly Furtado’ com três faixas inéditas (‘Night Is Young’, ‘Girlfriend In the City’, e ‘Stars’) que também ganhou uma versão Deluxe contendo um DVD.

Seu mais recente disco ‘The Spirit Indestructible’ foi lançado em 2012 junto ao single ‘Big Hoops’, tendo como segunda música de trabalho ‘Spirit Indestructible’, seguida por ‘Waiting For The Night’. Esta produção não foi tão bem divulgada, sendo desconhecido por muitas pessoas e ficando entre os dez mais vendidos em poucos países, como por exemplo, Alemanha, Suiça e Aústria. Após quatro anos sem lançar uma música inédita, em 2016 foi lançado o dançante single ‘Islands Of Me’ que fará parte de seu próximo disco que deve ser lançado em 2017.

Nelly Furtado é uma das melhores e mais famosas cantoras do mundo. Cheia de atitude e personalidade possui uma voz única e músicas que trazem forte identificação com seu fiel público. Sua próxima produção discográfica é sem dúvidas uma das mais aguardadas para o ano que vem e com certeza irá trazer outros tantos hits de sucesso que vão nos conquistar.

Michael Bublé

 

O cantor e compositor Michael Bublé nasceu no Canadá em 9 de Setembro de 1975. O artista que ao todo vendeu mais de 40 milhões de cópias ao redor do mundo, começou a se interessar por jazz aos cinco anos de idade através de sua família que era apaixonada por música, principalmente o Jazz.

Quando criança seu sonho era ser jogador profissional de Hóquei e ficava horas praticando. Porém após muitas quedas e machucados desistiu da ideia de seguir carreira. Dos 14 aos 20 anos trabalhou como pescador comercial junto ao seu pai durante o verão. Ele começou a cantar aos 16 anos em clubes noturnos, além de fazer aulas de canto pagas por seu avô, um apaixonado por jazz que tinha uma coleção de discos escutados por Michael. Aos dezoito anos venceu um concurso de talentos locais e venceu, porém por ter menos de 21 anos foi desclassificado. Depois disso ao participar de outro concurso começou a promover sua carreira. Em 1997 participou constantemente de um programa de TV do canal CTV apresentado por Vicki Gabereau e no último programa da temporada cantou com Diana Krall, que se encantou pelo trabalho dele.

Em 2000 escreveu músicas para o filme ‘Here’s To Life’ e gravou três discos independentes. Neste mesmo ano conheceu Michael McSweeney, um ajudante de um ministro que o chamou para cantar em uma festa de negócios. Neste evento foi apresentado ao produtor musical David Foster que já havia trabalhado com Madonna, Cher, Kenny G e Celine Dion. Até que o produtor o levou para a gravadora 143 Records com a qual assinou contrato para lançar seu primeiro CD. Este trabalho homônimo de estreia foi lançado em 2003  e incluía regravações de vários sucessos como ‘The Wy You Look Tonight’ e ‘You’ll Never Find Another Love Like Mine’. Com este álbum, entrou para a lista da Billboard americana  em 50º lugar entre os 200 mais vendidos. Em 2004 foi lançado seu primeiro DVD ‘Come Fly With Me’.

O segundo disco ‘It’s Time’ começou a ser vendido em 2005 e teve como singles ‘You Don’t Know Me’, ‘Feeling Good’, ‘Song For You’ e a sua canção mais famosa até hoje, ‘Home’. No Canadá o trabalho foi o mais vendido do ano e o mesmo aconteceu no Japão e na Itália. No Ano seguinte venceu o Prêmio Juno nas categorias ‘Álbum Pop Do Ano’, ‘Artista Do Ano’ e ‘Melhor Canção’ com a faixa ‘Home’. O sucesso continuou com o lançamento do terceiro disco ‘Call Me Irresponsible’ em 2007 e incluía canções como ‘Everything’, ‘Always On My Mind’, ‘Dream’ e ‘Me and Mrs. Jones’. Além do dueto com Boyz II Men em ‘Comin’ Home Baby’. Nos EUA foi o disco mais vendido em sua segunda semana de vendas e somente no país vendeu um pouco mais de 2 milhões de cópias.

michael-buble-2

Em 2009 foi a vez do lançamento do segundo DVD Ao Vivo ‘Michael Bublé Meets Madison Square Garden’. O seu quarto álbum ‘Crazy Love’ foi lançado no mesmo ano através do single ‘Haven’t Met You Yet) e o trabalho estreou já em primeiro lugar na Billboard americana. No Canadá, foi o disco mais vendido do ano. Em 2010 participou das cerimônias de abertura e de encerramento dos Jogos de Inverno no Canadá e venceu o Prêmio Juno de ‘Álbum do Ano’, ‘Álbum Pop Do Ano’ No fim deste ano foi lançada um versão deluxe de Crazy que recebeu o nome de ‘Crazy 0 Hollywood Edition’ com músicas extras incluindo o sucesso ‘Hollywood’. Em 2011 lançou ‘Christmas’, seu disco de Natal.

Em 2013 estreou o disco ‘To Be Loved’ contendo canções inéditas como ‘It’s a Beautiful Day’ e ‘Close Your Eyes’ e diversas regravações de músicas como ‘You’ve Got a Friend in Me’, ‘After All’ em dueto com Bryan Adams e ‘Something Stupid’ com participação deReese Witherspoon. O trabalho foi o CD mais vendido em países como Austrália, Canadá, Chile e Portugal. Agora em 2016 acabou de ser lançado esta semana o novo disco de Bublé. ‘Nobody But Me’ está sendo trabalhado e o primeiro single do álbum é a canção de mesmo nome, ‘Nobody But Me’.

Michael Bublé é um ótimo cantor com uma voz muito bonita e que é diversas vezes comparada com a de Frank Sinatra pelos fãs e críticos musicais. Além disso, possui um carisma imenso e canta músicas que tocam os nossos corações através de muitas sensibilidade e emoção. No mundo todo é um dos artistas mais aclamados e reconhecidos dos últimos tempos, se tornando um fenômeno de vendas e de público.

CDs Que Amamos : Avril Lavigne

Hoje dia 27 de Setembro, é aniversário de 32 anos de Avril Lavigne e para comemorar a data, o Me Gusta vai falar de um CD que amamos. Lançado em 2013, o álbum leva como título o próprio nome da cantora canadense. Algo muito interessante acontece com o trabalho da cantora. Cada disco que ela lança gosto mais do que o anterior e isso acontece desde o segundo disco até este, que é o mais recente. Isso só mostra o quanto a cantora evolui e cada vez mais trás mais qualidade para os seus álbuns.

Este incrível disco já começa com um mega hit, ‘Rock In Roll’ que é cheio de atitude e rock’n roll e bem animado que fala exatamente sobre ser você mesma com muita atitude e com seu estilo próprio, sempre e correndo atrás do que se quer. Outra faixa que foi single é ‘Heres To Never Growing Up’ que também faz referência ao Rock quando ela diz que canta Radiohead com toda força e é sobre curtir a vida e celebrar os bons momentos, não necessariamente tendo um motivo específico. Este hit ganhou um videoclupe, no qual Avril usa roupas parecidas com as que usava no começo da carreira.

E a canção ‘17’ não tem como ouvir e não se lembrar da Avril do começo da carreira que andava de Skate e usava gravata. Claramente a faixa fala da adolescência dos 17 anos, onde se é quase adulto e em que se vive diversas situações e descobertas e que se vive sem preocupações, uma época que não volta e temos de aproveitar ao máximo. Na época do lançamento, a artista era casada com Chad Kroeger (ex-vocalista do Creed) e junto a ele compôs a canção ‘Let Me Go’, uma das melhores e mais belas de todo o CD que mostra a evolução vocal da cantora durante os anos e que conta com a participação especial dele. Sobre um amor que ficou como um ‘Eco’ do passado e que precisa ser superado ou revivido.

Por falar em colaboração, também temos o cantor de rock pesado Marilyn Manson que se junta a ela na canção mais energética do álbum inteiro, ‘Bad Girl’, sobre uma garota má e rebelde e que toma as rédeas de sua própria vida e não se deixa abaixar a cabeça para homem algum e para ninguém. Dividindo a opinião dos fãs, temos ‘Hello Kit’ que foi escolhida como um dos singles, porém nem todos curtiram a escolha por acharem a música meio boba e que destoa um pouco do álbum. Nela, Avril usa como referência a cultura e a música japonesa, usando no refrão o nome de uma personagem do Japão famosa no mundo toda, a gata Hello Kit, além de usar palavras em japonês.

avril-lavigne-2013-2

Destaque também para a apaixonante e envolvente ‘Give You Want You Like’ sobre a busca por um amor que nos tire da solidão, para a animada e  fofa ‘Sippin’ On sunshine’ que fala de praia em um dia gostoso junto a quem se gosta e para a linda ‘Falling Fast’ sobre uma paixão que está começando e trazendo felicidade.

O disco produzido por L.A Red e pela prórpia Avril, foi lançado pela Sony Music e conta ao todo com 13 faixas que são incríveis, cheias de atitude, com arranjos muito bem feitos e a voz inconfundível e bela de Avril Lavigne, que se mostra uma cantora madura, sem perder suas origens e sua atitude perante o mundo. O álbum tem uma pegada mais Rock’n Roll junto ao Pop e lembra o estilo do primeiro disco dela, o ‘Let Go’ porém mais moderno e mais sofisticado tanto nos arranjos como na produção e nas letras. Com certeza o melhor trabalho da canadense até hoje. A expectativa para o próximo disco é muito grande e deixa todos nós ansiosos para o conhecer.