Let Go – 15 Anos

No dia 4 de junho um dos melhores álbuns pop (que se mistura com rock e punk) completou 15 anos. Nada menos do que o aniversário de “Let Go” da Avril Lavigne.

O disco de estreia da Avril foi lançado quando eu tinha 15 anos (em 2002) e produzido pela equipe The Matrix (Scott Spock, Clif Magness, Lauren Christy e Graham Edwards) que já trabalhou com Britney Spears, Katy Perry e Christina Aguilera.

Me lembro como se fosse hoje como eu vivia ouvindo esse CD que não saia do meu aparelho de som. A primeira faixa que ouvi e que me fez fã a primeira audição foi o primeiro single ‘Complicated’ que alcançou o primeiro lugar nas paradas de países como Espanha, Inglaterra, Austrália, Canadá e Brasil. Amei quando vi o clipe daquela garota de gravata e saia com roupa de esqueitista. Como não se encantar por uma jovem com tanto estilo?

O segundo single foi ‘Sk8ter Boi’ com uma batida mais rápida e que conquistou os adolescentes, que era o maior público da cantora, por se identificarem com sua letra. A escolha dos dois primeiros singles foi curiosa pois no começo houve uma preocupação de que o fato deles mostrarem uma cantora mais brincalhona e jovem pudesse afastar os amantes da música mais séria. Porém o agente da artista, Terry McBride insistiu por entender que as duas músicas mostravam uma cantora diferente e com músicas inovadoras compostas por ela mesma. E ele estava certo, foram a duas músicas que alavancaram a carreira de Avril.

A terceira música de trabalho ‘I’m With You’ por aqui foi trilha sonora da novela ‘Mulheres Apaixonadas’ de Manoel Carlos. Uma das mais belas do disco, foi mega sucesso entre os fãs, sendo a segunda canção mais executada nos Estados Unidos. Para fechar a lista de singles, tivemos a empolgante ‘Losing Grip’.

IMG_20170605_102411

Lançado pela Arista Records o disco foi estouro no mundo todo rendendo  à canadense, a marca de 20 milhões de cópias vendidas. Foi o segundo álbum mais vendido de 2002 e o nono de 2003, mesmo ano em que Lavigne entrou para o Guiness Records como a cantora mais jovem a entrar no topo da parada do Reino Unido aos 18 anos.

Avril foi considerada pela crítica musical como uma cantora talentosa de grande voz e com grande variedade de estilos e músicas, além da capacidade de compor muitas canções de qualidade.

Sem dúvidas “Let Go” é um disco cheio de canções empolgantes e que não saem da nossa cabeça e nosso coração, além de ter marcado toda uma geração. Uma grande estreia de uma cantora que até hoje é sucesso e nos presenteia com canções cada vez melhores. Avril Lavigne evoluiu muito e é uma das poucas cantoras que já era muito boa, afinada e talentosa já em sua estreia.

Anúncios

Top 5 – Avril Lavigne

O Me Gusta tem o prazer de apresentar um TOP 5 com os vídeos de Avril Lavigne. Até o momento a canadense tem lançados cinco álbuns e para esta seleção foi escolhido o melhor vídeo de cada disco e depois os selecionados foram colocados em ordem de preferência. O resultado você confere a seguir.

  • 5ª Posição : Nobody’s Home – O vídeo mostra ama jovem adolescente que vaga pelas ruas junto a uma amiga e está a busca de um abrigo. Ela sempre mantém a esperança de voltar para seu lar, sua mãe. É uma espécie de curta metragem musical. O vídeo da faixa presente no segundo álbum de Avril ‘Under My Skin’, tem cerca de 48 milhões de visualizações e foi dirigido por Diane Martel, a mesma reponsável por ‘Tu Amor’ do RBD, ‘Love Sexy Magic’ de Ciara com Justin Timberlake e ‘3’ de Britney Spears
  • 4ª Posição : I’m With You  – A linda canção de ‘Let Go’, o álbum de estreia de Avril Lavigne, ganhou um vídeo sobre encontrar um amor para se estar junto e nessa busca passar por desilusões. Dirigido por David LaChapelle, o mesmo dos vídeos ‘Im Glad’ de Jennifer Lopez e ‘Everytime’ de Britney Spears. São cerca de 82 milhões de visualizações.
  • 3ª Posição : Wish You Were Here – O video da música presente no quarto disco de Avril  é emocionante e visceral . Nele a cantora que chega aos prantos e onde canta deitada a um piso de madeira, em uma banheira e andando em direção a uma porta. A clipe possui no You Tube cerva de 275 milhões de acessos. A direção foi por conta de Dabve Meyers, que também foi responsável pelo vídeo de Rihanna para a faixa ‘Where Have You Been’.
  • 2ª Posição : Hot – O incrível vídeo, do qual não cansamos de assistir teve a direção de Matthew Rolston, que também dirigiu os vídeos de ‘Tatoo’ de Jordin Sparks e ‘Candyman’ de Christina Aguilera. Avril é uma cantora cheia de glamour e com muitos fãs. Também ela aparece bem provocadora e cheia de atitude, e claro bem sexy. O vídeo da faixa presente no álbum ‘The Best Damn Thing’ tem cerca de 105 milhões de visualizações.
  • 1ª Posição : Let Me Go – O clipe mais belo da carreira de Avril Lavigne tem a participação de Chad Kroeger e foi gravado no sul da Califórnia. Nela a canadense vive o fantasma de uma mulher que tenta um contato com o homem já idoso que amou e que cuida da mansão em que viveram juntos. Com cerca de 113 milhões de visualizações foi dirigido por Christopher Sims, o mesmo de ‘Good Kisser’ do Usher e de ‘Las Cosas De La vida’ de Carlos Vives.

 

CDs Que Amamos : Avril Lavigne

Hoje dia 27 de Setembro, é aniversário de 32 anos de Avril Lavigne e para comemorar a data, o Me Gusta vai falar de um CD que amamos. Lançado em 2013, o álbum leva como título o próprio nome da cantora canadense. Algo muito interessante acontece com o trabalho da cantora. Cada disco que ela lança gosto mais do que o anterior e isso acontece desde o segundo disco até este, que é o mais recente. Isso só mostra o quanto a cantora evolui e cada vez mais trás mais qualidade para os seus álbuns.

Este incrível disco já começa com um mega hit, ‘Rock In Roll’ que é cheio de atitude e rock’n roll e bem animado que fala exatamente sobre ser você mesma com muita atitude e com seu estilo próprio, sempre e correndo atrás do que se quer. Outra faixa que foi single é ‘Heres To Never Growing Up’ que também faz referência ao Rock quando ela diz que canta Radiohead com toda força e é sobre curtir a vida e celebrar os bons momentos, não necessariamente tendo um motivo específico. Este hit ganhou um videoclupe, no qual Avril usa roupas parecidas com as que usava no começo da carreira.

E a canção ‘17’ não tem como ouvir e não se lembrar da Avril do começo da carreira que andava de Skate e usava gravata. Claramente a faixa fala da adolescência dos 17 anos, onde se é quase adulto e em que se vive diversas situações e descobertas e que se vive sem preocupações, uma época que não volta e temos de aproveitar ao máximo. Na época do lançamento, a artista era casada com Chad Kroeger (ex-vocalista do Creed) e junto a ele compôs a canção ‘Let Me Go’, uma das melhores e mais belas de todo o CD que mostra a evolução vocal da cantora durante os anos e que conta com a participação especial dele. Sobre um amor que ficou como um ‘Eco’ do passado e que precisa ser superado ou revivido.

Por falar em colaboração, também temos o cantor de rock pesado Marilyn Manson que se junta a ela na canção mais energética do álbum inteiro, ‘Bad Girl’, sobre uma garota má e rebelde e que toma as rédeas de sua própria vida e não se deixa abaixar a cabeça para homem algum e para ninguém. Dividindo a opinião dos fãs, temos ‘Hello Kit’ que foi escolhida como um dos singles, porém nem todos curtiram a escolha por acharem a música meio boba e que destoa um pouco do álbum. Nela, Avril usa como referência a cultura e a música japonesa, usando no refrão o nome de uma personagem do Japão famosa no mundo toda, a gata Hello Kit, além de usar palavras em japonês.

avril-lavigne-2013-2

Destaque também para a apaixonante e envolvente ‘Give You Want You Like’ sobre a busca por um amor que nos tire da solidão, para a animada e  fofa ‘Sippin’ On sunshine’ que fala de praia em um dia gostoso junto a quem se gosta e para a linda ‘Falling Fast’ sobre uma paixão que está começando e trazendo felicidade.

O disco produzido por L.A Red e pela prórpia Avril, foi lançado pela Sony Music e conta ao todo com 13 faixas que são incríveis, cheias de atitude, com arranjos muito bem feitos e a voz inconfundível e bela de Avril Lavigne, que se mostra uma cantora madura, sem perder suas origens e sua atitude perante o mundo. O álbum tem uma pegada mais Rock’n Roll junto ao Pop e lembra o estilo do primeiro disco dela, o ‘Let Go’ porém mais moderno e mais sofisticado tanto nos arranjos como na produção e nas letras. Com certeza o melhor trabalho da canadense até hoje. A expectativa para o próximo disco é muito grande e deixa todos nós ansiosos para o conhecer.