Coletiva de Imprensa – Alejandro Sanz

Texto e Fotos da Coletiva por André Rossanez

Alejandro Sanz lançou o single “No Tengo Nada” e esteve no Hotel Renascense em São Paulo para uma Coletiva de Imprensa falando de seu novo trabalho e Brasil. O Portal Me Gusta esteve lá e você vai ficar por dentro de tudo.

Sanz além de muito simpático, se demonstrou extremamente divertido e animado. Brincalhão, ele interagiu com a imprensa e com a tradutora, mantendo a coletiva ainda mais agradável.

A nova música lembra muito as canções de início de carreira do cantor. Sobre isso, ele confirmou que essa era a intenção, que todo mundo gosta dessa música que fala mais do coração e que ela soa moderna apesar disso. Foi um resgate da essência musical dele.

Indagado sobre o novo álbum que será lançado em 2019, Alejandro afirmou que não pode revelar muito, mas que o novo trabalho está “foda”. A cada disco ele busca uma maneira diferente de construí-lo. No último trabalho ele tinha ficado 14 horas no estúdio por dia, cuidando de tudo sozinho. Dessa vez ele preferiu deixar a parte de produção, na mão de profissionais, apenas ajudando em detalhes, ficando digamos, mais de boa.

Perguntado sobre a recepção brasileira em relação à música hispânica durante os anos, o artista concordou que antigamente havia uma barreira maior e que hoje cada vez mais o nosso país, consome a música hispânica e busca mais por ela. É a barreira de idioma, sendo deixada cada vez mais de lado.

Neste Sábado, Sanz irá participar da gravação do novo DVD de Ivete Sangalo. Ele conta que já gravou três vezes com ela e que ela é como alguém da família dele, uma irmã. Quando soube que estaria no Brasil na data da gravação, pediu para a amiga para participar. Brincando, ele disse que mandou ela o convidar.

Duas semanas atrás, ele gravou a sua participação no especial de fim de ano do Rei Roberto Carlos. Alejandro conheceu o brasileiro há duas edições do Grammy Latino e ressaltou o carisma de Roberto e que ele tem uma luz especial.

Após participar do novo disco, onde Roberto canta em espanhol, surgiu o convite para cantarem juntos a faixa “Esa Mujer” no especial. Sanz diz que ficou muito feliz em poder participar e estar presente na casa dos brasileiros durante o Natal.

Perguntei para ele, como foi escutar para ele escutar a versão de “Si Fuera Ella” cantada por tantos artistas da Música Latina em sua homenagem e se novos artistas de alguma forma influenciam seu trabalho.

Ele conta que foi emocionante ouvir tantos colegas o homenageando, mas que o mais emocionante foi saber que esta canção iria ajudar a tantas pessoas, arrecadando fundos para projetos sociais.

De tempo em tempo a influência de artistas novos aparecem seu trabalho. Um exemplo disso, é a música “La Tortura” com Shakira, que há basicamente 15 anos atrás, recebeu influência da música urbana, que hoje está estourada e que na época ainda era menos explorada.

Essa semana foi divulgado que ele gravou junto com o Camila
Cabello. Era para ser um segredo, mas como agora todos sabem ele poderia falar sobre. Santos conheceu a cantora no tapete verde de uma premiação de música. Ela foi falar com ele e contou que desde criança a seus pais colocavam a música do cantor para ela escutar e que ela adoraria gravar com ele.

Alejandro conta que na época não sabia quem era Camila e que depois descobriu todo o seu sucesso. Ainda brincou com o fato de que o mundo inteiro estava escutando ela e ele super desatualizado não.

Outra pergunta foi se tinha algum gênero musical que o cantor gostaria de explorar e nunca teve oportunidade. Para Sanz, seria muito interessante se aventurar no Jazz e na música clássica. Porém a clássica, ele brinca aqui só na próxima vida e e que nessa só seria possível se ele tivesse sete vidas.

A partir desta pergunta, Alejandro contou sua experiência na África no Zimbauê enquanto acompanhou os Médicos Sem Fronteiras. O cantor disse que foi uma experiência única e que foi muito bonito ver as pessoas o recebendo de braços abertos e que apesar das dificuldades e até condições precárias de vida, as famílias recebiam as pessoas com muita música.

Para ele foi muito bonito ver que pessoas que não tinha muito a oferecer, timham a música para oferecer, alegrar, trazer conforto e fazer do dia, um dia melhor. Ele também conta que percebeu que todos os gêneros musicais, tem elementos que vieram da música africana.

Sobre o Brasil, Alejandro Sanz disse que estava com saudades de nosso país, após duas turnês sem passar por aqui. Disse que ama a música brasileira e artistas como Ivete Sangalo, Roberta Sá e Milton Nascimento. Inclusive quando ele escutou a versão de “Corazón Pariío” por Milton, ficou muito feliz e na hora ligou para os amigos todo animado.

Alejandro também contou que é muito especial ver como a música brasileira tem conquistado cada vez mais espaço no mundo todo, principalmente na Espanha. Mencionou o talento de Anitta e e disse que é uma artista que se arrisca, canta mais de um idioma e muito bem e que planeja e corre atrás da sua própria carreira.

No fim da coletiva, Alejandro Sanz antes de ir embora, foi muito carinhoso e simpático com todo mundo isso foi embora depois de tirar algumas fotos e distribuir abraços.

É muito bacana ver um artista que, apesar de tantos anos de carreira e ter vendido muitos discos no mundo inteiro, mantém a simplicidade e se mostra tão gente como a gente.

Convite para a Coletiva de Imprensa

Alejandro Sanz sabe como ninguém tocar o coração de todos com suas letras lindas e voz impecável. Mas acima de tudo é um grande ser humano e que ama o seu trabalho e seu público.

Não resta dúvida de que 2019 será um grande ano para este cantor que todos amam.

Anúncios

No Tengo Nada

Você quer se emocionar? Então pega o seu lencinho e assista o sensível “No Tengo Nada” de Alejandro Sanz.

O clipe gravado em Miami com direção do renomado Jaume de Laiguana mostra pessoas perdidas entre o passado e futuro que tocadas por Sanz se reaproximam.

Sobre o novo single, o cantor revela “Basicamente passamos o tempo pensando no passado e no futuro, dois tempos que não existem. O passado se foi e o futuro não está aqui”.

A faixa conta com um arranjo de cordas executados pela ‘The City Of Prague Philharmonic Orchestra’.

Segundo nota da Universal Music para imprensa a música “aborda a obsessão inalcançável do ser humano em possuir coisas, quando ao mesmo tempo, não se é dono de nada”.

Llueve Alegria

Uma parceria linda trouxe uma música meiga e positiva além de um clipe emocionante. Malu e Alejandro Sanz se juntam em “Llueve Alegria” e tocam o coração de todos nós.

O clipe foi gravado na Espanha no município de Algericas e mostra locais conhecidos de lá como o mercado de peixes o restaurante Casa Bernardo, o porto e a praia de El Rivoncillo. nele vemos a história de uma amizade que vive cheia de amor por muitos anos.

A nova canção que faz parte do álbum “Oxígeno” de Malu pela Sony Music, é uma homenagem ao produtor, compositor e guitarrista mexicano Paco de Lucia, falecido em 2014 e que era tio de Malu e padrinho de Dylan, o filho de Sanz.

A cantora define a faixa, “Uma canção muito especial para mim, com um videoclipe cheio de magia, detalhes, emoção e verdade, muita verdade”

Cuenta Pendiente

Realizando um sonho, Paty Cantú compôs e gravou com Alejandro Sanz e o resultado de “Cuenta Pendiente” ficou demais.

O clipe teve direção de Alejandro Pérez e ficou bem diferente e ousado, mostrando os dois artistas juntando de forma única e sensual um casal, através dos sentidos.

Paty conta “É uma canção que mistura diferentes elementos e sonoridades. É Pop por ser melódica e estruturada, mas tem linhas fora da casinha; detalhes como a programação versus o rasgo silencioso da guitarra de Alejandro, que dão um toque especial.”

O single faz parte do novo disco de Paty Cantú, “333” lançado pela Universal Music.

Playlist : Me Gusta! – Alejandro Sanz

O Me Gusta tem o prazer de apresentar a vocês nossa nova playlist pelo Spotify. Desta vez foram reunidos sucessos do cantor espanhol Alejandro Sanz.

Um dos maiores vencedores da história do Grammy Latino reúne em seu repertório muitos hits que atravessam gerações e barreiras de idiomas.

Faixas do começo da carreira como “Amiga Mia”, ” Aprendiz” e “Se Fuera Ella” se juntam à músicas mais atuais como “Looking For Paradise” com Alicia Keys, “Capitán Tapón” composta para seu filho, “No Me Compares” e a linda “A Que No Me Dejas”

E claro a canção mais conhecida e mais emblemática de sua carreira, “Corazón Partío” (a favorita de quem vos escreve), não poderia ficar de fora.

Como bônus a nova versão de “Se Fuera Ella” gravada por diversos artistas como Juanes, Pablo Alborán, Shakira, Abel Pintos, Laura Pausini, David Bisbal, Jesse y Joy, entre outros em comemoração aos 20 anos do lançamento do disco “Más” de Sanz.

¿Si Fuera Ella?

Conforme o Me Gusta já contou a você, temos uma nova versão da canção ‘¿Si Fuera Ella?‘ de Alejandro Sanz (do disco ‘Más’). E você pode conferir hoje mesmo.

A venda da música será toda revertida para a fundação Save The Children e conta com vários artistas latinos. No canal do You Tube do próprio Alejandro já está no ar o vídeo deste projeto. No clipe vemos várias crianças caracterizadas dos cantores que participaram da gravação da música.

A lista completa dos artistas: Pablo Alborán, David Bisbal, Antonio Carmona, Manuel Carrasco, Jesse & Joy, Juanes, Pablo López, Malú, Vanesa Martín, India Martínez, Antonio Orozco, Niña Pastori, Laura Pausini, Abel Pintos, Rozalen, Shakira e Tommy Torres.

‘¿Si Fuera Ella?’ E Os 20 Anos de ‘Más’

Alejandro Sanz irá aproveitar as comemorações dos 20 anos do disco ‘Más’ para fazer um linda e ótima ação. No famoso álbum temos uma das músicas mais emblemáticas do cantor e compositor, ‘¿Si Fuera Ella?‘ e este sucesso ganhou versões de diversos artistas latinos que serão usadas para fazer o bem. As vendas serão todas revertidas para a fundação ‘Save The Children’ que ajuda a combater a fome de crianças e garantir os direitos dos pequenos. Fazem parte do projetos Shakira, Jesse y Joy, Pablo Alborán, Laura Pausini, Juanes, David Bisbal, Abel Pintos, entre outros.

As comemorações do aniversário de ‘Más’ não param por aí. No dia 24 de Junho haverá em Madrid no estádio Vicente Calderón, um show comemorativo chamado ‘Más es Más’ e o melhor, será transmitido via streamming pela plataforma ‘Feel The Live’. Os ingressos para o show foram esgotados em apenas 30 minutos. Será apenas uma apresentação e não uma turnê. O show que contará com participações provavelmente será transformado em um álbum.

Sirope

O mais recente álbum em estúdio de Alejandro Sanz é seu décimo primeiro álbum e trás uma sonoridade bem variada e mais pop que o habitual, como um novo horizonte em sua carreira. ‘Sirope’ foi produzido pelo próprio Alejandro junto a seu parceiro, o famoso produtor argentino Sebástian Kris que já trabalhou com Sandy e Junior, Ricky Martin, Luis Fonsi e Eros Ramazotti. O trabalho foi lançado pela Universal Music em 2015 e contém 13 faixas. Mas o que significa ‘Sirope’? Segundo o artista, é como um xarope que te adoça e ao mesmo tempo te cura.

A primeira faixa, ‘A Mí No Me Importa’ de cara já nos mostra a vibe do disco trazendo muito gingado e uma letra animada, uma mistura que nos leva a esquecer de todo o resto e nos anima, nos dando um gás. ‘Capitán Tapón’ é outra música bem divertida que fala de um mundo lúdico, que só uma criança nos dá ao convivermos com ela. Com muitas referências que marcam a infância de muitas pessoas no mundo todo, bem como a risada de uma pequena criança se divertindo. Claro, a canção foi composta pelo cantor para Dylan, seu filho pequeno. Uma linda homenagem que com certeza o pequeno nunca vai esquecer.

O romantismo não podia ser deixado de lado, como na canção ‘Pero Tú’ que fala sobre um amor que nos faz amenizar as tristezas e nos faz sentirmos mais confiantes. ‘La Guarida Del Calor’ é outra grata surpresa deste disco, com uma pegada bem pop com uma percussão bem marcada e que nos empolga de tal forma que não conseguimos ficar parados e que quando terminamos de ouvir nos dá um gosto de quero mais.

O primeiro single ‘Un Zombie A La Interperie’ que com um título ousado e divertido que fala sobre amar alguém de uma forma intensa onde se confunde a loucura com a ousadia e que nos leva a fazer de tudo para proteger quem amamos, mesmo que se tenha que usar todas suas forças e não se deixar abater pelas intempéries da vida. O toque latino e de flamenco de costume, para nossa alegria, foi também usado neste projeto na música ‘No Madura El Coco’ que fala sobre alguém que nos faz deixar de lado a razão, como se tivesse um tipo de feitiço, mesmo que depois nos deixe cicatrizes. Nesta vemos bem marcados, mais uma vez, os instrumentos de percussão, algo que acontece durante grande parte do disco, sendo como uma marca registrada. Marca presente e muito em ‘La Vida Que Respira’ que também tem um swing bem gostoso e envolvente e trás o som de uma guitarra bem de leve, porém marcante.

sirope

Um dos cantores latinos mais famosos e prestigiados do mundo, o dominicano Juan Luis Guerra empresta todo seu talento e sua musicalidade para o tema ‘Suena La Pelota’, um dos mais divertidos de todo o álbum e que é sobre sentir felicidade nas pequenas coisas e a compartilhar ao próximo. Outro destaque é ‘A Que No Me Dejas’, com umas das letras mais lindas que Sanz já escreveu até hoje e também uma das mais queridas pelos fãs. Seu arranjo é de arrepiar e totalmente latino, nos remetendo a música tradicional de países da América latina com muita trombeta e seu som particular e belo.

Sem dúvidas este é um dos melhores CDs da carreira de Alejandro Sanz. Sem perder em nada sua personalidade, o cantor e autor espanhol se jogou em novas sonoridades e trouxe um trabalho um pouco mais pop que os anteriores com uma mescla com o Rock, o Funk e claro o Flamenco. E ainda vemos influências da música afroamericana e de jams sessions na faixa ‘El Silencio De Los Cuervos’. Este é um disco para se ouvir muitas e muitas vezes e ideal para nos desestressar, relaxar e esquecer os problemas pelo menos por alguns bons minutos.

CDS Que Amamos : Unplugged MTV

O CD que amamos de hoje é o icônico Unplugged MTV do Alejandro Sanz. Lançado pela Warner Music em 2001 e com produção de Humberto Gatica, o álbum trouxe os maiores sucessos do cantor espanhol até aquele momento. Ao todo são 13 faixas, quase todas compostas pelo próprio Alejandro, seja sozinho ou em parceria.

Já abrindo o disco temos um grande êxito. ‘Cuando Nadie Me Ve’ é uma das canções mais inesquecíveis de todas e fala de desencontros de amor. Com toda a latinidade de Sanz expressa em seu ritmo, ‘Y Solo Se Me Ocurre Amarte’ nos remete a um amor que resiste a tudo e continua vivo. E como não se apaixonar por “Amiga Mía’, sobre ter a quem se declarar amizade eterna e ter com quem contar em todos os momentos”.

Outro hit que não podia faltar é  a clássica ‘Aprendiz’ que na época foi single do disco e que fala sobre ser aprendiz da vida e da arte de amar. Inclusive esta canção foi regravada em 2015 pelo cantor mexicano Samo. E impossível não lembrar que tem coisas que o tempo pode passar, mas que continuam a serem lembradas e a serem preferidas por muitos, quando estas tocam nosso coração. E é isto que acontece ao ouvirmos a faixa ‘Corazón Partío’, que continua depois de anos sendo, por exemplo, minha predileta de toda a trajetória de Sanz. Esta identificação por muitos fãs acorre até porque quem nunca teve seu coração partido? Fora que também, esta é a música mais famosa do cantor no mundo inteiro até hoje.

mtv-unplugged-as

Outro destaque é ‘Siempre Es De Noche’ que fala que estar sem seu  amor, é como viver sempre à noite e sem luz.  E como não se apaixonar pela faixa ‘Lo Que Fui Es Lo Que Soy’ que lembra que os anos podem passar, mas que a essência da gente não muda e nem nosso amor, além de trazer um belo coral que nos emociona. O disco se encerra com ‘Todo Es De Color’, a única não composta por Alejandro. Escrita por Manuel Molina, é praticamente uma oração por um mundo melhor e mais justo.

Este projeto, também podemos encontrar em DVD. Além de muitos sucessos de Alejandro Sanz, este álbum nos envolve através das versões acústicas das canções que trás uma leveza ao trabalho e que nos faz esquecer dos problemas e até relaxar. As músicas de Sanz combinam e muito com esta atmosférica intimista que o acústico trás. Mesmo após tantos anos é um disco atual e um dos melhores da discografia do cantor espanhol mais querido do Brasil e que sempre nos emociona e nos envolve com suas belas interpretações.

Deja Que Te Bese

      No You Tube foi lançado um novo e incrível vídeo de Alejandro Sanz com a paricipação de Marc Anthony, do single ‘Deja Que Te Bese’.

       A música é contagiante e tem como base o ritmo do Flamenco, dança típica da Espanha, país de Sanz. Com jogo de luzes vermelhas e azuis, os dois interpretam a canção com dançarinas de Flamenco em uma coreografia pra lá de sensual ao fundo, bem como um telão com vídeos de casais se beijando. Também há cenas em preto e branco.

      Um clipe que vale a pena ver e rever quantas vezes você quiser.