CDs Que Amamos : Sexto Sentido

Em Dezembro de 1992, a rainha Xuxa gravou sou último programa “Xou da Xuxa” e anunciou uma pausa.

Particularmente mesmo com meus 7 anos de idade na época, achei que essa pausa duraria muito. Mas felizmente nem completou dois anos. No dia 23 de Agosto de 1994, a Rainha dos Baixinhos, lançou o seu décimo álbum “Sexto Sentido”, junto à sua volta à TV com o programa “Xuxa Park”.

Há 25 anos, o disco produzido por Michael Sullivan, foi lançado pela Som Livre e marcou o trabalho de Xuxa para o público infanto-juvenil, que cresceu durante sua carreira.

Muitas das músicas, do total de 14, fizeram super sucesso naquela época, tanto que a turnê sexto sentido só terminou em 1996. Até hoje estes hits são lembrados e reverenciados pelos fãs.

Pela primeira vez, Xuxa investiu no Dance Music, na faixa “Hey DJ” que empolga a todos com suas batidas eletrônicas bem marcadas. Mesmo mais sendo mais Pop, as batidas eletrônicas também estiveram em “Chocolate”, regravação da música do Trem da Alegria de 1985, dando uma nova roupagem, mais moderna mas sem perder a essência. Inclusive Xuxa insistiu por dez anos pra gravar essa canção e finalmente, conseguiu.

E quem não gosta de “Pipoca”? Esta foi mais uma grande sacada que fez todo mundo lembrar da infância. Quem nunca esteve num sofá e recebeu pipoca de sua mãe ou vó? E no cinema, então?

“Sexto Sentido”, deu nome ao disco e nos inspira a irmos atrás de nossos sonhos e lembra que o impossível não existe. Uma canção com arranjo lindo e uma letra impecável.

O alto astral esteve em alta com “Rir É O Melhor Remédio” que fez toda a garotada dançar e se divertir. E quem nunca brincou de rimar e de malhar ao som de “Jogo Da Rima”? Esse hit até hoje é um dos queridinhos do público e é uma adaptação de “The Name Game”, sucesso da cantora americana Shirley Elliston.

Destaque para a romântica “Dança Nas Estrelas”, que através da fantasia e do campo lúdico, falou de amor e estar com quem nos faz bem. Também destaco “Happy-Py” com participação de Carlinhos Brown, que também a compôs e que trouxe uma pitada de música latina e nos faz nos sentir numa praia.

A artista também deu voz, à inclusão social em “Muito Prazer, Eu Existo”, em que estimula a todos a dar oportunidades iguais às pessoas e lembrar que todos somos iguais.

Mais uma vez, Xuxa foi campeã de vendas e em popularidade. O álbum vendeu cerca de 1,4 milhão de cópias, rendendo à rainha, disco de Diamante. Além disso tudo, é um dos álbuns favoritos da carreira da Xuxa, por seus eternos baixinhos.

É inegável que “Sexto Sentido” é um dos discos mais bem produzidos de Xuxa e ele conseguiu bem, o papel de fazer a transição do público infantil para o infanto-juvenil. Esse sucesso foi graças não só a qualidade das músicas, como também por misturar canções mais infantis com algumas mais maduras, de forma inteligente.

Um belo trabalho de Xuxa e do produtor Michael Sullivan.

4 comentários em “CDs Que Amamos : Sexto Sentido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s