Xegundo Xou Da Xuxa – 30 Anos

Nesta Sexta Feira, dia 23 foi aniversario do lançamento pela Som Livre de um dos discos que mais marcou minha infância. 30 anos do ‘Xegundo Xou Da Xuxa’ de 1987, mesmo ano em que nasci (um mês e 17 dias depois). Me lembro como se fosse hoje como eu vivia colocando na vitrola aquele vinil que parecia maior ainda em minha mão tão pequena, claro quando eu tinha uns cinco anos por ai e nem tinha noção que aquele disco já tinha seus cinco anos. E claro, sempre eu cantava junto todas as 16 faixas.

Um ano após o fenômeno do primeiro Xou da Xuxa, um dos mais vendidos na história do Brasil ate hoje, o sucesso mais uma vez entrou sem bater na porta de muitos lares brasileiros para fazer a alegria da criançada que se sentia no programa da Rainha Xuxa com as canções que falavam de temas variados, desde o clima do Natal, até a diversão, passando pela hora de comer e pelo mundo do desenho animado. Com produção de Michael Sullivan e Paulo Massadas, o resultado não podia ser diferente, foram cerca de 2 milhões e 750 mil cópias vendidas em todo país.

Com exigência maior devido ao êxito do álbum anterior, a gravadora e os produtores, bem como a Xuxa queriam manter a qualidade e contar com grandes compositores e na época não tinha compositor que não queria ter uma faixa gravada pela loira. Para se ter uma ideia foram enviadas à gravadora cerca de 900 musicas. A expectativa do presidente da gravadora João Araújo era que a artista batesse seu próprio recorde e isso foi alcançado com pouco mais de 150 mil cópias de diferença para o anterior e com um detalhe, foram 1 milhão de copias vendidas antecipadamente, algo ate então só conseguido por Roberto Carlos. Foi o disco mais vendido de 1987 no Brasil.

Uma curiosidade foi a maneira de escolher quais faixas iriam entrar no disco. Durante os intervalos do programa da Xuxa na Rede Globo, eram tocados os arranjos das músicas sem a voz dela e era observado com quais os baixinhos ficavam mais empolgados. As que passavam indiferentes por eles eram logo descartadas. Como a nossa rainha não era cantora profissional, ela aprendeu técnicas para gravar como, por exemplo, beber dez copos de água antes de gravar cada música e fazer caretas soprando o ar (dica dada por Marília Pêra). Além disso tudo, foi o primeiro disco com a voz das Paquitas no coro das musicas e todos os arranjos foram criados pelo grupo Roupa Nova.

IMG_20170624_161204

Os grandes destaques do disco são as faixas ‘Festa Do Estica e Puxa’, ‘Estrela Guia (Natal)’, ‘O Circo’, ‘Feliz’, ‘Banda Da Xuxa’ e ‘Rexeita Da Xuxa’. No disco temos uma única faixa produzida por Guto Graça Melo, que iria fazer a produção do disco todo, porém saiu do projeto após um desentendimento dele com a produtora da época. Estou falando de ‘Nós Somos O Amanhã’ que encerra o disco e teve a participação de Tatiana Ferreira (do Trem Da Alegria na época), Gabriela (ex-Abelhudos) e o grupo Abelhudos, com uma linda mensagem de paz e amor.

Sem dúvidas este é um dos melhores álbuns da nossa Rainha Xuxa e tem um de seus melhores repertórios. Não tem uma faixa que não animava aquele baixinho tão apaixonado pela loira mais amada do Brasil e que nunca perdeu o amor pela apresentadora. Até hoje me sinto animado ao ouví-lo, além da memória afetiva que tenho e que me faz viajar no tempo e me sentir criança de novo. E que as próximas gerações de crianças também tenham artistas e músicas que encantem e tragam mensagens tão positivas.

Viva Xuxa e o Xegundo Xou Da Xuxa!

Anúncios

Um comentário em “Xegundo Xou Da Xuxa – 30 Anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s