CDs Que Amamos : Nothern Star

Nesta semana em que nossa eterna spice girl Melanie C esteve no Brasil, o Me Gusta vai relembrar um pouco do primeiro disco solo da cantora, o ‘Nothern Star’ que tanto amamos.

Com 12 músicas, o disco foi lançado durante a pausa das Spice após a saída de Geri em 1999 pela Virigin Records e sua sonoridade mistura o bom e velho Pop com o Rock e elementos eletrônicos, e com direito a uma pitada de R&B. O sucesso foi tanto que a venda chegou a 4 milhões de cópias no mundo todo. A produção do disco foi feita por vários produtores como Ricky Rubin que já havia trabalhado com os Red Hot Chili Peppers e William Orbit do álbum ‘Ray Of Light’ da Madonna. Na Inglaterra a venda do CD disparou após o lançamento da faixa ‘Never Be The Same Again’ como single. Esta canção positiva sobre ter alguém que não deixe você cair e desistir conquistou o coração de todos os fãs.

Destaque também para as faixas ‘Go!’ que nos inspira a sempre lutarmos pelos nossos ideais e sonhos, ‘Goin’ Down’, a mais rock de todas, ‘I Turn To You’ que mais uma vez fala em ter alguém que te dê segurança, ‘Suddenly Monday’ sobre o amor que te dá asas e ‘Nothern Star’ que dá título ao disco. Particularmente também tenho um apreço especial para a música ‘Be The One’ que é realmente muito fofa e me faz querer cantar sem parar e que os faz lembrar que devemos ter em nossas vidas só pessoas que nos acrescente. Uma canção que serve para todo tipo de relação (amorosa, familiar, entre amigos).

northen-star

Realmente é um disco com musicalidade bem diferente do que o que ela fazia nas Spice Girls com a mesma qualidade e totalmente cheio de personalidade, com a cara de Melanie C. Um álbum muito gostoso de ouvir, inspirador e cheio de mensagens positivas. Quando o ouvimos esquecemos tudo a nossa volta e nos faz em muitos momentos nos sentirmos relaxados.

Um CD imperdível na coleção dos amantes da boa música…

– Matéria dedicada ao meu amigo e fã de Mel C e Spice Girls, Roberto.

 

Switch

Os fãs de Anitta já podem sorrir a toa. Após ser anunciado, vazado na rede e supostamente cancelado, finalmente saiu o vídeo de ‘Switch’, da cantora junto a Iggy Azalea.

A Warner Music em seu canal do You Tube lançou o clipe que teria sido lançado em 19 de Maio. E realmente está de arrasar, bafônico. 

Em 18 de Maio vazou na internet o clipe e em seguida ele já foi retirado do ar. Assim o lançamento foi adiado. Iggy ficou muito chateada e através de suas redes sociais revelou que não sabia mais se haveria a estreia tão esperada pelos fãs. Depois de um tempo confirmou o cancelamento.

No dia 13 de Maio, a americana ao contar sobre a gravação do vídeo afirmou “Me diverti tanto filmando o clipe de Switch nesta semana. Eu mal posso esperar para que todos ouçam a música”.

Ainda bem que no fim das contas tudo se resolveu e não ficamos sem este tiro certeiro que marca essa nova etapa na carreira de Anitta.

Belanova 2017

Finalmente a espera está chegando ao fim. O grupo pop mexicano Belanova revelou o mês de lançamento do novo álbum em estúdio. Para nossa alegria!

O grupo que está completando 17 anos de existência, divulgou a primeira canção (‘Cásate Conmigo’) do novo trabalho em Janeiro de 2016. O disco que terá composições de autores como Cláudia Brant, Stefano Vieni, Marcela De la Garza e Kaay será lançado em Agosto.

Sobre o novo trabalho, a vocalista Denisse Guerrero contou “Pessoalmente, acho que é um dos melhores trabalhos que fizemos. Gosto muito de ver como conseguimos redescobrir maneiras de fazer música a três”.

Oncemil – Feat. Malú

Depois da primeira versão de ‘Oncemil’ Abel Pintos acaba de lançar junto a cantora Malú, a segunda com clipe tudo.

Muito simples, porém belo, o vídeo mostra uma bela história de amor, além de mostrar o grande entrosamento entre a dupla.

Abel contou “Poder me encontrar com a Malú nessa música é muito emocionante para mim. Eu sinto uma admiração profunda por ela”. O cantor completou “Ela foi muito generosa e encantadora comigo. Nós nos divertimos e curtimos muito cantando juntos e estamos felizes de compartilhar isso com todo o mundo”.

A faixa faz parte de ’11 (Once)’, o mais recente disco de Abel Pintos e foi composta por ele junto a Diego Cantero e Ariel Pintos.

Quero Parar Mas Não Consigo

Nossa amada e eterna Rouge, Aline Wirley acaba de lançar seu novo single e posso garantir uma coisa. Ficou surpreendente e cheio de personalidade.

Bem diferente da sonoridade Pop do Rouge, a faixa ‘Quero Parar Mas Não Consigo’ ganhou um lyric vídeo bafônico e cheio de atitude e personalidade. Nele a cantora e compositora aparece com o cabelo bem curto e seminua como se estivesse saindo de uma obra de arte colorida.

Segundo Aline, “essa música representa o grito de uma Aline que tem sede pela vida! Com uma escolha de timbres, ritmos e riffs persistentes e envolventes, essa música é um convite a deixar o corpo ser livre”. 

Esta nova música fará parte do novo projeto da artista que se chamará ‘Indômita’ e que terá canções que foram resultado de uma pesquisa profunda sobre a relação da cantora com a vida, com o mundo, com as pessoas, e principalmente, com ela mesma.

Xegundo Xou Da Xuxa – 30 Anos

Nesta Sexta Feira, dia 23 foi aniversario do lançamento pela Som Livre de um dos discos que mais marcou minha infância. 30 anos do ‘Xegundo Xou Da Xuxa’ de 1987, mesmo ano em que nasci (um mês e 17 dias depois). Me lembro como se fosse hoje como eu vivia colocando na vitrola aquele vinil que parecia maior ainda em minha mão tão pequena, claro quando eu tinha uns cinco anos por ai e nem tinha noção que aquele disco já tinha seus cinco anos. E claro, sempre eu cantava junto todas as 16 faixas.

Um ano após o fenômeno do primeiro Xou da Xuxa, um dos mais vendidos na história do Brasil ate hoje, o sucesso mais uma vez entrou sem bater na porta de muitos lares brasileiros para fazer a alegria da criançada que se sentia no programa da Rainha Xuxa com as canções que falavam de temas variados, desde o clima do Natal, até a diversão, passando pela hora de comer e pelo mundo do desenho animado. Com produção de Michael Sullivan e Paulo Massadas, o resultado não podia ser diferente, foram cerca de 2 milhões e 750 mil cópias vendidas em todo país.

Com exigência maior devido ao êxito do álbum anterior, a gravadora e os produtores, bem como a Xuxa queriam manter a qualidade e contar com grandes compositores e na época não tinha compositor que não queria ter uma faixa gravada pela loira. Para se ter uma ideia foram enviadas à gravadora cerca de 900 musicas. A expectativa do presidente da gravadora João Araújo era que a artista batesse seu próprio recorde e isso foi alcançado com pouco mais de 150 mil cópias de diferença para o anterior e com um detalhe, foram 1 milhão de copias vendidas antecipadamente, algo ate então só conseguido por Roberto Carlos. Foi o disco mais vendido de 1987 no Brasil.

Uma curiosidade foi a maneira de escolher quais faixas iriam entrar no disco. Durante os intervalos do programa da Xuxa na Rede Globo, eram tocados os arranjos das músicas sem a voz dela e era observado com quais os baixinhos ficavam mais empolgados. As que passavam indiferentes por eles eram logo descartadas. Como a nossa rainha não era cantora profissional, ela aprendeu técnicas para gravar como, por exemplo, beber dez copos de água antes de gravar cada música e fazer caretas soprando o ar (dica dada por Marília Pêra). Além disso tudo, foi o primeiro disco com a voz das Paquitas no coro das musicas e todos os arranjos foram criados pelo grupo Roupa Nova.

IMG_20170624_161204

Os grandes destaques do disco são as faixas ‘Festa Do Estica e Puxa’, ‘Estrela Guia (Natal)’, ‘O Circo’, ‘Feliz’, ‘Banda Da Xuxa’ e ‘Rexeita Da Xuxa’. No disco temos uma única faixa produzida por Guto Graça Melo, que iria fazer a produção do disco todo, porém saiu do projeto após um desentendimento dele com a produtora da época. Estou falando de ‘Nós Somos O Amanhã’ que encerra o disco e teve a participação de Tatiana Ferreira (do Trem Da Alegria na época), Gabriela (ex-Abelhudos) e o grupo Abelhudos, com uma linda mensagem de paz e amor.

Sem dúvidas este é um dos melhores álbuns da nossa Rainha Xuxa e tem um de seus melhores repertórios. Não tem uma faixa que não animava aquele baixinho tão apaixonado pela loira mais amada do Brasil e que nunca perdeu o amor pela apresentadora. Até hoje me sinto animado ao ouví-lo, além da memória afetiva que tenho e que me faz viajar no tempo e me sentir criança de novo. E que as próximas gerações de crianças também tenham artistas e músicas que encantem e tragam mensagens tão positivas.

Viva Xuxa e o Xegundo Xou Da Xuxa!

Não

Se você sentiu que a música e o vídeo de ‘Menina De Ouro‘ são cheios de atitude, vai ter a mesma certeza do single ‘Não’ e seu clipe.

Mais uma vez Clau arrasou e nos fez querer mais ainda desfrutar de sua música. Novamente nos identificamos com o que ela nos diz em suas letras, além de nos dar mais fôlego para sermos nós mesmos e enfrentarmos os desafios.

Com direção de Sandiego Fernandes, no vídeo vemos a cantora numa espécie de galpão mandando seu recado, enquanto frases da faixa aparecem escritas.

O single é uma parceria com Pedro Dash e Dan Valbusa e fala sobre seguir em frente sem medo, sabendo o que é melhor para si e sobre dizer “não” quando necessário, mesmo que insistam em ouvir um “sim”.

Para o site da Universal Music, Clau contou ” A música transmite uma ideia que acho fundamental passar para as pessoas que me escutam, que é uma ideia de poder, auto estima, autoconfiança e segurança. De tomar as rédeas da própria vida e de que os outros não decidam por mim, porque quem vive a minha vida sou eu. Eu sei o que é melhor para mim, eu sei o que eu sou e o que sinto. Eu não preciso concordar e nem baixar a cabeça pra nada. Cada desafio que surge, que a vida coloca no meu caminho eu vou sempre me superar e lutar para ser melhor”.

Me Gusta Entrevista – Clau

O Me Gusta teve o prazer de conversar pessoalmente nessa Quarta-feira, na sede da Universal Music de São Paulo, com a talentosa Clau, a nova aposta do Hip Hop e do R&B brasileiros.  Fui muito bem recebido por Clau com um lindo sorriso e brilho nos olhos, o mesmo brilho que vi durante toda a entrevista enquanto ela falava de seu trabalho e sobre música, sua grande paixão.

Nossa primeira pergunta foi bem básica, mas que sempre gostamos de saber sobre nossos artistas queridos. Perguntei como surgiu o amor pela música e Clau me contou que esse amor surgiu por ela mesma, sem incentivos. Desde criança adorava desenhar, dançar, tudo relacionado à arte. Alem de cantar ela também compõe e suas inspirações na hora de escrever são diversas, desde seus sentimentos, sua visão de vida, situações que vive até mesmo uma batida que a inspira. Seu primeiro single ‘Menina De Ouro’, inclusive surgiu através de uma batida. Ela me contou também que na hora de compor também leva em conta a mensagem que quer passar para as pessoas.

Sobre a maior dificuldade na carreira, Clau contou que foi a de ‘existir uma carreira’. Em Passo Fundo, sua cidade natal não havia exemplos de pessoas que cantavam e que tiveram a oportunidade de fazer sucesso. O jeito que ela conseguiu de mostrar seu talento foi o You Tube. Ela sempre teve muita vergonha de cantar em público e começou a vencer essa barreira postando seus covers na rede e assim as pessoas começaram a acompanhá-la e ela percebeu que as pessoas enxergavam o seu talento e gostavam de ouvi-la cantar.

Perguntei como era para ela tão jovem começar a fazer sucesso. A cantora me disse que nunca tinha imaginado isso e que aconteceu de surpresa. Ela sempre seguiu sua intuição para tomar decisões de carreira e seguir seu caminho até que apareceu a oportunidade de poder se lançar junto a Universal Music. Sobre pensar em desistir de cantar, Clau já passou por isso em muitos momentos por achar que aquilo não era para ela, que estava sonhando muito e que devia se contentar com coisas que já tinha. Porém sua intuição mostrava que cantar era o que amava fazer e o que queria para sua vida e que era isso que ela tinha que fazer, sem desistir.

O single ‘Menina De Ouro’ foi inspirado na competição consigo mesma “para se superar a cada desafio que o mundo coloca” e sua letra foi escrita também pensando na dança e na coreografia que ela já tinha em mente.  Sobre o clipe da faixa, foi pensado de uma maneira em que pudesse ser gravado em plano sequência e que mostrasse a força de sua coreografia e que refletisse a força da mensagem que a música passa. Aproveitei para saber o que ela tinha a dizer sobre o empoderamento feminino. Ela foi franca e disse que é algo muito importante de se transmitir em canções e de salientar. A cantora ressaltou a importância das mulheres se identificarem uma com as outras e de serem inspiradoras e mostrarem poder e ousadia sendo seguras de si.

Eu curioso, quis saber como foi para ela quando gravaram pela primeira vez uma composição dela. Clau contou que foi uma surpresa, algo que nunca tinha imaginado, ainda mais tendo sido gravada por um grupo que sempre gostou, o Pólo. A canção foi a faixa ‘Overdose De Amor’, escutada pelo conjunto no celular do produtor Pedro Dash. Foi muito importante por ser a primeira vez que ela percebeu que alguém podia gostar de suas letras e que elas podiam ser usadas por outros artistas.

Eu quis saber dela com quais artistas ela gostaria de dividir o palco. Ela contou que Beyoncé serve muito de inspiração para ela como cantora e também como pessoa e da maneira em que conduz sua carreira e que seria ótimo cantar com ela.  Também gostaria muito de fazer dueto com Ed Sheeran e com o Criolo, uma grande referência do RAP nacional e por sua musicalidade.

E o que Clau pode adiantar sobre seu primeiro disco pela universal? Ela contou que ainda vai lançar singles e clipes, como por exemplo a faixa ‘Não’, que fala sobre autoconfiança e de não deixar ninguém  interferir em sua vida. Além de adiantar que podemos esperar duetos. Depois de trabalhar suas faixas, ai sim será lançado o disco e virão shows por aí.

Para finalizar pedi para Clau contar o que gostaria de dizer para as pessoas que estão começando sua carreira. Ela disse que não se deve desistir e que é importante além de dizer ‘Sim’, dizer ‘Não’ quando necessário e para aquilo que não concorda ou não acredita. Incentiva também que o artista se aprimore ao máximo e que vá atrás de seu sonho enxergando valor no que faz. E que sendo verdadeiro, alguém vai se identificar e vai gostar de seu trabalho.

IMG_20170621_180038_011
Eu com a Clau após a entrevista

Foi muito bonito ver uma cantora tão jovem e talentosa mostrar tanto amor por sua arte e maturidade para seguir sua carreira. Seu brilho nos olhos chamou muita atenção e mostrou o como Clau ama a música é como e verdadeiro tudo o que ela faz. Com certeza a cantora terá muito sucesso e vai inspirar muitas pessoas com suas mensagens e sua arte pelo Brasil a fora.

Blackout

Os amigos mais que talentosos Aisha, Mitty, Úrsula, Felipo, Kaíco e Lau acabam de lançar um tiro certeiro. O grupo Zennus arrasou e muito em seu primeiro lyric vídeo da música ‘Blackout’.

O lançamento da Sony Music em parceria com a OH, é daquele Pop que tanto amamos e conta com elementos eletrônicos e uma pitada de música latina, para nossa alegria. A música foi produzida por Bruno Knauer e chega hoje às plataformas digitais.

Gravado no centro velho de São Paulo, o clipe vai mostrar o grupo fazendo a festa junto aos amigos com muita diversão e muita sensualidade. Neste video lyric, vemos os bastidores do grupo na cidade de São Paulo. A direção foi por conta de Pedro Pitanga.

72bd2c_577fd4a34ee14f959b130292b15baa1e-mv2

zennus-blackout-770x375

O Zennus foi criado em 2015 e desde então leva ao seu público um Pop cheio de diversidade. Em 2017 participaram da edição brasileira do ‘X Factor’ na Band, onde ficaram entre os dez primeiros colocados. Os seis se inspiram em artistas como Rihanna, Fifth Harmony, Little Mix e o grupo pop latino RBD.

Triángulo

Nosso furacão mexicano Thalia está com tudo! Foi lançada a parceria da cantora com o famoso grupo Los Babys para a faixa ‘Triángulo’ com direito a clipe e tudo. A faixa foi grande sucesso do conjunto  e a nova versão está presente no disco ‘Tributo A Los Babys’ que está sendo lançando pela Sony Music e contém grandes hits com participações para lá de especiais.

O vídeo é inteiramente em preto e branco e Thalia interaje com o grupo muito a vontade, além de vestir roupas retrô dá década de 1960. A música é empolgante e dá vontade de cantarolar junto e por que não, dançar?

tributo

Los Babys foi formado em 1958 pelos irmãos ‘Ávila Aranda’ e foi um dos grupos mais importantes do cenário musical mexicano dos anos 60, chegando a fazer sucesso nos Estados Unidos.