Suricato

​A banda Suricato surgiu em 2009 e atualmente seus integrantes são Rodrigo Suricato, Raphael Romano, Pompeo Pelosi e Guilherme Schwab. Sua marca é a versatilidade que nos faz viajar pelo Folk, pelo Indie Folk e até a MPB.

Já com Rodrigo sendo um músico experiente que já tocou junto a Paulinho Moska, em 2012 foi lançado o primeiro álbum “Pra Sempre Primavera”.

Após inclusive abrir shows de Nando Reis, o grupo participou do rgaitae y show musical SuperStar da Rede Globo em 2014, o que os trouxe maior visibilidade e fãs. Ao fim da atração ficaram em quarto lugar e nesta edição o vencedor do a banda Malta.

No mesmo ano foi a vez de lançarem seu disco “Sol-Te” com músicas autorais de Rodrigo Suricato, mesclando Folk com instrumentos diferenciados. Esse sucesso os levou a tocar no Rock’n Rio ao lado do multi-instrumentista americano, Raul Midón. Em 2015 foram vencedores do grande prêmio Latin Grammy na categoria “Melhor Banda de Rock Brasileira”.

O que cada integrante toca:

. Rodrigo Suricato – Além de ser vocalista, toca guitarra, violão, dobro, ukelele, tambura, palmas e bumbo mala

. Raphael Romano – no baixo e tbem faz backing vocal

. Pompeo Pelosi – Nab ateria e na percussão

. Guilherme Schwab – Toca guitarra, violão, viola caipira, didjeridoo, weisseborn, mandolim, gaita e ukulele, e também faz backing vocal.

Río Roma

O grupo mexicano Río Roma é formado pelos irmãos José Luis Ortega Castro e Raúl Ortega Castro. Eles têm quatro anos de diferença. José nasceu em 17 de Janeiro de 1980 e Raúl em 17 de Julho de 1984. Desde crianças demonstravam interesse pela música e participavam de festivais escolares e concursos de música.

Em 1997 entraram para o grupo musical Ciao Mama, com o qual gravaram dois discos pela EMI Music. Sairam do grupo em 2002. Com o apoio do compositor mexicano Leonel Garcia e após José ficar conhecido por ter composto com Mario Domm a música ‘Todo Cambió’ da banda Camila, os dois assinaram contrato com a Sony Music e lançaram seu primeiro disco como dupla em 2008 com onze faixas. No começo da carreira eram conhecidos como Josel y Raúl e cantavam música regional mexicana.

Foi em 2011 que adotaram o nome artístico Río Roma com o lançamento do álbum ‘Al Fin Te Encontré’, do qual sua versão deluxe conta com a participação muito especial de Dulce Maria na faixa ‘Te Sigue Esperando Mi Corazón’. Comprovando o sucesso do disco, a faixa ‘Tú Me Cambiaste La Vida’ foi incluída na trilha sonora da telenovela mexicana ‘La Fuerza Del Destino’. Em 2013 foi a vez do disco ‘Outra Vida’ que também teve músicas em novelas mexicanas de 2014. ‘Hoy Es Un Buen Día’ era um dos temas da produção ‘El Color De La Pasión’ e ‘Amor, Amor’ foi parte da trilha de ‘La Gata’, protagonizada com Maite Perroni.

rio-roma-2
Raúl e José Luis – Río Roma

O mais recente disco deles é ‘Eres La Persona Correcta En El Momento Equivocado’ de 2015, uma compilação dos maiores sucessos e algumas inéditas. Este está fazendo grande sucesso entre os latinos que residem nos Estados Unidos e mais uma música emplacou em uma novela. Desta vez a produção é do Chile e a canção tema é o single ‘Mi Persona Favorita’.

O Me Gusta o convida a conhecer melhor a dupla através de nossa seleção dos três melhores vídeos da carreira do Río Roma. Vamos à lista:

3ª Posição – Como Fui? : O vídeo mescla cenas da dupla interpretando a canção romântica com imagens de uma modelo. Nas cenas, o fundo das imagens é bem simples sendo momentos verde e momentos vermelho. Ao todo já são mais de 25 Milhões de Visualizações no You tube.

2ª Posição – Te Quiero Mucho : Com cerca de 3 Milhões de visualizações, o vídeo se passa em um apartamento, onde um casal vive momentos de felicidade juntos e onde acontece uma surpresa inesperada. A câmera vai girando pelos cômodos enquanto a dupla interpreta a canção.

1ª Posição – Caminar De Tu Manos : O animado clipe conta com a participação do cantor Fonseca. Nele a dupla passeia de carro por paisagens lindas enquanto Fonseca está em um barco viajando. Ao longo do vídeo vemos momentos de felicidade, amor e cumplicidade entre pessoas. No fim os três artistas se encontram e tudo termina em festa. Já são quase 5 Milhões de visualizações no canal da dupla no You Tube.

Échate Pá’ Acá

​E o hit “Échate Pa’ Acá” do Urband 5 ganhou um vídeo pra lá de animado.

Gravado durante uma apresentação do grupo, vemos o entrosamento entre os cinco e sua união refletidos no palco. Vemos também uma platéia muito animada que leva uma energia especial ao show.

A música está presente em “#BPSU”, o álbum de estreia da boyband e é uma das mais animadas do disco e com forte influência da música eletrônica.

Michael Bublé

 

O cantor e compositor Michael Bublé nasceu no Canadá em 9 de Setembro de 1975. O artista que ao todo vendeu mais de 40 milhões de cópias ao redor do mundo, começou a se interessar por jazz aos cinco anos de idade através de sua família que era apaixonada por música, principalmente o Jazz.

Quando criança seu sonho era ser jogador profissional de Hóquei e ficava horas praticando. Porém após muitas quedas e machucados desistiu da ideia de seguir carreira. Dos 14 aos 20 anos trabalhou como pescador comercial junto ao seu pai durante o verão. Ele começou a cantar aos 16 anos em clubes noturnos, além de fazer aulas de canto pagas por seu avô, um apaixonado por jazz que tinha uma coleção de discos escutados por Michael. Aos dezoito anos venceu um concurso de talentos locais e venceu, porém por ter menos de 21 anos foi desclassificado. Depois disso ao participar de outro concurso começou a promover sua carreira. Em 1997 participou constantemente de um programa de TV do canal CTV apresentado por Vicki Gabereau e no último programa da temporada cantou com Diana Krall, que se encantou pelo trabalho dele.

Em 2000 escreveu músicas para o filme ‘Here’s To Life’ e gravou três discos independentes. Neste mesmo ano conheceu Michael McSweeney, um ajudante de um ministro que o chamou para cantar em uma festa de negócios. Neste evento foi apresentado ao produtor musical David Foster que já havia trabalhado com Madonna, Cher, Kenny G e Celine Dion. Até que o produtor o levou para a gravadora 143 Records com a qual assinou contrato para lançar seu primeiro CD. Este trabalho homônimo de estreia foi lançado em 2003  e incluía regravações de vários sucessos como ‘The Wy You Look Tonight’ e ‘You’ll Never Find Another Love Like Mine’. Com este álbum, entrou para a lista da Billboard americana  em 50º lugar entre os 200 mais vendidos. Em 2004 foi lançado seu primeiro DVD ‘Come Fly With Me’.

O segundo disco ‘It’s Time’ começou a ser vendido em 2005 e teve como singles ‘You Don’t Know Me’, ‘Feeling Good’, ‘Song For You’ e a sua canção mais famosa até hoje, ‘Home’. No Canadá o trabalho foi o mais vendido do ano e o mesmo aconteceu no Japão e na Itália. No Ano seguinte venceu o Prêmio Juno nas categorias ‘Álbum Pop Do Ano’, ‘Artista Do Ano’ e ‘Melhor Canção’ com a faixa ‘Home’. O sucesso continuou com o lançamento do terceiro disco ‘Call Me Irresponsible’ em 2007 e incluía canções como ‘Everything’, ‘Always On My Mind’, ‘Dream’ e ‘Me and Mrs. Jones’. Além do dueto com Boyz II Men em ‘Comin’ Home Baby’. Nos EUA foi o disco mais vendido em sua segunda semana de vendas e somente no país vendeu um pouco mais de 2 milhões de cópias.

michael-buble-2

Em 2009 foi a vez do lançamento do segundo DVD Ao Vivo ‘Michael Bublé Meets Madison Square Garden’. O seu quarto álbum ‘Crazy Love’ foi lançado no mesmo ano através do single ‘Haven’t Met You Yet) e o trabalho estreou já em primeiro lugar na Billboard americana. No Canadá, foi o disco mais vendido do ano. Em 2010 participou das cerimônias de abertura e de encerramento dos Jogos de Inverno no Canadá e venceu o Prêmio Juno de ‘Álbum do Ano’, ‘Álbum Pop Do Ano’ No fim deste ano foi lançada um versão deluxe de Crazy que recebeu o nome de ‘Crazy 0 Hollywood Edition’ com músicas extras incluindo o sucesso ‘Hollywood’. Em 2011 lançou ‘Christmas’, seu disco de Natal.

Em 2013 estreou o disco ‘To Be Loved’ contendo canções inéditas como ‘It’s a Beautiful Day’ e ‘Close Your Eyes’ e diversas regravações de músicas como ‘You’ve Got a Friend in Me’, ‘After All’ em dueto com Bryan Adams e ‘Something Stupid’ com participação deReese Witherspoon. O trabalho foi o CD mais vendido em países como Austrália, Canadá, Chile e Portugal. Agora em 2016 acabou de ser lançado esta semana o novo disco de Bublé. ‘Nobody But Me’ está sendo trabalhado e o primeiro single do álbum é a canção de mesmo nome, ‘Nobody But Me’.

Michael Bublé é um ótimo cantor com uma voz muito bonita e que é diversas vezes comparada com a de Frank Sinatra pelos fãs e críticos musicais. Além disso, possui um carisma imenso e canta músicas que tocam os nossos corações através de muitas sensibilidade e emoção. No mundo todo é um dos artistas mais aclamados e reconhecidos dos últimos tempos, se tornando um fenômeno de vendas e de público.

Sou Eu

E Ludmilla está cada vez caprichando mais em suas produções. Hoje o empolgante e  super produzido vídeo de ‘Sou Eu’ foi lançado.

Dirigido por Fábio Iadeluca (o mesmo de ‘Amor Distante’do Mano Brown), a produção mostra a cantora perto de um lago com paredes rochosas ao redor e cheia de estilo vestindo um belo maiô verde junto às suas bailarinas. Intercalando a estas cenas, vemos uma pista de dança com direito a Juke Box, onde mais uma vez a funkeira está super estilosa. E claro que  a vemos usando mais de um cabelo, o que já virou marca registrada de Ludmilla.

Não podemos deixar de falar que a coreografia apresentada está ótima e dá o toque todo especial que o vídeo merece. Sem dúvidas é um dos melhores clipes de todos que ela já fez e vai ser um enorme sucesso.

Este single faz parte do mais recente álbum da artista. E é nesta música que aparece a frase que dá título ao disco, ‘A Danada Sou Eu‘…

 

Viado

E com ar de super produção, Valesca Popozuda lançou seu mais novo clipe. O single ‘Viado’ ganhou um vídeo pra lá de sensual e cheio de homens sem camisa. Na produção eles aparecem contracenando com a funkeira e são presos por ela, uma policial pra lá de sexy.

O título da música é uma homenagem dela aos gays, público que a apoia e pelo qual ela tem um carinho e um respeito muito grande. Com direção de Isabelle Lopes, a mesma do clipe ‘Pior Que sinto Falta’ da Lexa e produzido pela Bellart Filmes, a produção é ambientada em uma cadeia onde Valesca é a policial encarregada fazer a prisão e cuidar dos presos. Ela se aproveita para tirar uma casquinha deles e os domina. O personagem masculino que aparece com maior destaque é o ator Raphael Sander, que participou da novel da Globo ‘Totalmente Demais’

Promete ser mais um sucesso de uma das cantoras de Funk mais populares e queridas do Brasil…

‘Na Luz Do Samba’, O Show

Ontem, dia 26 de outubro, foi o lançamento do show ‘Na Luz Do Samba’ da nossa querida cantora Luciana Mello. A apresentação aconteceu no Theatro Net em São Paulo e o ME GUSTA teve a honra de estar presente e vai contar a você tudo que rolou.

O cenário era composto por um lindo e grande painel criado pelo artista plástico Enrique Rodrigues. Colorido conversava com a roupa usada pela cantora, a mesma da capa do disco. O figurino inclusive é uma das coisas mais bonitas que já vi e a artista estava usando tranças no cabelo acompanhado por um lindo turbante.

O público a recebeu com muito carinho e muita energia no começo do show, o que mostrava que aquela seria uma noite cheia de emoção. No repertório do show, as canções do mais recente trabalho de Luciana foram cantadas e além delas, mais alguns sambas conhecidos e músicas da carreira que marcaram todos nós.

Muito gostoso ouvir as músicas do disco de Samba ao vivo após ter as escutando tantas vezes através do CD.  Canções como ‘Correria’ que fala sobre a mulher que é mãe e que tem de se virar em mil para dar conta de tudo e como a contagiante e divertida ‘Escasseia’ ganham ainda mais força quando interpretadas tão de perto de nós. Um momento muito especial foi quando Luciana cantou a música ‘Olha Pra Mim’ de seu segundo álbum homônimo. Esta foi colocada no repertório graças ao pedido dos fãs para que ela fosse novamente apresentada nos palcos. Destaque para a música ‘Joia Rara’ que foi interpretada com muita emoção por ela e que tem uma letra muito sensível e bela sobre o amor que nos trás a felicidade.

Como não amar o bloco do show em que estão presentes sucessos acumulados pela carreira de grande êxito? Não teve como conter a emoção e não ficar arrepiado com ‘Tchau’, a música de letra linda e até triste sobre despedida de um amor para ficar de bem consigo mesmo e poder seguir em frente. Também trazendo esperança de que tudo vai ficar bem e que não devemos temer nada, fomos presenteados pela faixa de maior sucesso de Luciana, a música ‘Simples Desejo’. Também não podiam faltar o primeiro grande estouro ‘Assim Que Se Faz’ que ganhou uma versão muito linda e animada e a dançante ‘Desejo e Luz’ que com certeza fez parte de momentos muito bons da vida de muitos de nós, inclusive a minha.

Uma das melhores canções do álbum ‘Na Luz Do Samba’ ganhou a participação para lá de especial do sambista Arlindo Cruz. ‘Somente Sombras’, que já foi gravada por Alcione, que inclusive canta ela com Luciana no disco. Ao falar em parceria, também subiu ao palco o talentoso irmão da artista, Jair Oliveira. Juntos cantaram o clássico ‘Casa de Bamba’ gravado por Martinho Da Vila. E não foi somente esta música. Conseguindo vencer a vergonha inicial por estar na frente de tanta gente, a pequena e talentosa filha de Luciana, Nina Levy se juntou ao tio e a mãe no palco para cantarem em trio a canção ‘Roda De Baiana’, que a qual Nina também participou no disco. Este momento foi um dos mais emocionantes da apresentação, além de esta música ter uma letra que adoramos muito, ver os três juntos foi de arrepiar. Foi lindo ver a cumplicidade entre eles e isso tocou a todos nos fazendo senti r que nada na vida é mais importante que o amor e nossa família.

Uma linda homenagem foi feita pelo filho para Jair Rodrigues, o pai de Luciana e Jair. A canção ‘Estrela Sorridente’, que abre o álbum foi cantada ao final da apresentação pelos filhos. Sem dúvidas, esta canção possui uma das letras mais belas de todas as já gravadas pela artsita e cantando sobre a grande estrela da música que já tivemos e agora nos protege lá em cima, se fechou a noite com chave de ouro e com muita emoção. Emoção inclusive é o que vemos em Luciana Mello em todas as músicas, com as quais nos encanta em cima do seu canto, da sua casa, o palco. 

Confira você também este lindo, emocionante e envolvente show que teve sua turnê iniciada ontem e que vai ser mais um grande sucesso de público e crítica. Nele você verá música boa e uma das melhores e maiores cantoras de nosso país com todo seu talento e carisma. Não deixe de se envolver na luz do samba…

Anitta e o Prêmio Multishow

E o ontem no Rio de Janeiro aconteceu a cerimônia do Prêmio Multishow 2016, uma das maiores premiações do país. A maior vencedora da noite foi a cantora Céu que recebeu os prêmios nas categorias ‘Versão do Ano’ (para ‘Chico Buarque Song’), ’Melhor Disco Gravado’, ’Melhor Direção’ e ‘Melhor Fotografia’ (ambas pelo clipe ‘Perfume Do Invisível’). Além disso venceram artistas como Ivete Sangalo como ‘Melhor Cantora’, Luan Santana como ‘Melhor Cantor’ e ‘Melhor Clipe’ (com ‘Eu, Você, O Mar E Ela’), Jota Quest com Anitta como ‘Melhor Música’ (para ‘Blecaute’), Anitta com o ‘Melhor Show’, entre outros.

Mas o grande destaque da noite foi a apresentação da poderosa Anitta que contagiou a todos durante quase oito minutos. De cabelos um pouco mais curtos e toda de branco e preto, cantora apresentou um ‘Mashup’, ou seja, um apanhado de vários sucessos da carreira para relembrar sua trajetória. A apresentação começou com seu primeiro hit ‘Show Das Poderosas’, passeou por sucessos como a arrasa quarterões ‘Bang’, ‘Essa Mina É Louca’ e claro seu primeiro single da carreira internacional ‘Sim Ou Não’. Para terminar, ela e seus bailarinos dançaram o ritmo em que mais arrasam, o Funk, ao som de ‘Movimento Da Sanfoninha’.

Ressaltando que a internet foi a loucura nas redes sociais através dos fãs e de portais de notícia que destacaram este show a parte e assim Anitta roubou a cena. Além da cantora também se apresentaram artistas como Luan Santana, Ivete Sangalo e Joelma.

Confira a apresentação da nossa  querida e talentosa Anitta…

33

Após três anos de espera, finalmente temos ‘33’ o novo álbum de Wanessa Camargo. O novo trabalho da filha de Zezé Di Camargo aposta no Sertanejo, estilo que tem tudo a ver com a história da família Camargo e totalmente diferente da proposta do último disco em estúdio de Wanessa, o ‘DNA’ que contava com um Pop totalmente em inglês ao estilo das grandes divas internacionais.

Digamos que com um Sertanejo do tipo Universitário e uma pitada de Pop a cantora abre o disco com ‘Só Dá Eu E Você’, uma faixa que tem cara de sucesso e sobre amar e ter um parceiro pra vida toda. A primeira música mostra como será o conceito deste novo projeto em que ela volta às suas raízes. Por muitos anos Wanessa, antes de se entregar ao Pop, cantou músicas românticas e com pitadas de Sertanejo e se jogar na música sertaneja se deve ao fato de a cantora não se identificar com o rumo que o Pop está tomando em nosso país. E para marcar essa fase é que o disco ganhou como título a idade atual da cantora, além de ela retomar o sobrenome Camargo, assim como seu avó tanto desejava.

O romantismo é claro, não poderia deixar de estar presente em algumas faixas como na linda ‘Não Me Sufoca’ que nos lembra que o amor é libertador, na apaixonante ‘Agora Eu Sei’, escrita por ela em homenagem ao marido, que com um belo arranjo fala em uma pessoa completar a outra numa relação saudável e com uma das melhores faixas do disco, ‘Se Cuida’ sobre o fim de uma relação. Com muito humor a cantora toca no assunto de traição com ‘Em Cima Do Salto’, onde reafirma a força da mulher que supera seus problemas sempre de cabeça erguida. Ainda sobre traição, no caso com a ex, ‘Persiguição’ fala em ir seguir o amado para poder o pegar no flagra. E na historia contada, a mulher ainda bancava o infiel desde suas roupas até seu carro.

O ponto alto do álbum são os dois singles já trabalhados antes do lançamento. ‘Coração Embriagado’ é um enorme sucesso e uma das favoritas dos fãs que não se cansam de expressar isto nas redes sócias. Com bom humor fala de desilusão amorosa e de ficar com o coração #Judiando e embriagado de tanto sofrer. Além de claro, a animada ‘Vai Que Vira Amor’ sobre aquela paixão que ficou escondida no fundo do peito e que retorna com força total, querendo virar amor.

33

Destaque para ‘Faço Chover’ sobre investir no amor e que no fim se não der certo, pode virar amizade, para ‘Fora De Mim’ que fala de ir atrás do seu destino e do seu amor após dar uma mancada e para ‘Amor Conta Gotas’ em que se explora quando aos poucos o amor vai se esfriando após muitas mentiras que foram perdoadas. Para finalizar o álbum, temos uma música muito especial que sai um pouco do Sertanejo. É ‘Boquinha De Açúcar’ que explora o ritmo da música latina e que lembra a salsa. A letra e o arranjo trazem a tona todo o ‘caliente’ tempero latino que nos conquista e nos fascina.

É muito bonito ver uma artista se reinventando sem medo de arriscar e muito menos do fracasso. Wanessa com ‘33’ faz um resgate da essência da artista nos primeiros anos de sua carreira, porém com maior maturidade. Assim aqueles que são realmente fãs vão continuar prestigiando a cantora e novos fãs também chegaram. O público que se identificava com a sonoridade Pop com eletrônico de ‘DNA’, sobretudo o público LGBT, não precisa se sentir deixado de lado, uma vez que a artista garante que não vai abandonar este público em específico e que em seus shows poderá cantar de tudo.

O produtor deste álbum é Eduardo Pepato, que também está cuidando da carreira da cantora através de sua agência ‘Work Show’. Ele é famoso por produzir e agenciar artistas da música sertaneja como Maiara e Maraisa, Luan Santana, Marília Mendonça, Gusttavo Lima e João Neto e Frederico. Junto a Wanessa Camargo, o resultado foi um disco cheio de músicas que trazem muita identificação junto aos fãs tanto pelas suas letras e ritmos como por suas temáticas, das quais todos já tivemos ao menos uma experiênica relativa a elas, ou pelo menos, vimos alguém ter.

Sem dúvidas Wanessa Camargo vai ter muito sucesso em sua nova fase por ser tão verdadeira e de estar de acordo com sua personalidade e com o momento de vida de uma das melhores e mais carismáticas cantoras de nosso país. Um álbum que não me canso de ouvir e que está disponível apenas nas plataformas digitais e em lojas virtuais. O disco físico apenas será distribuído em shows e através de fã clubes, uma vez que este trabalho irá ser transformado em um DVD e um álbum Ao Vivo.

A Danada Sou Eu

Após tanta espera ‘A Danada Sou Eu’, o segundo disco de Ludmilla finalmente foi lançado. Chegando com tudo, a cantora trás toda sua energia com ‘Cheguei’, a primeira faixa do álbum e onde se afirma como mulher de atitude e que vive intensamente sem se importar com o que pensam dela. Seguindo, temos o envolvente e sensual hit ‘Bom’, sobre sedução e provocação, o primeiro single já domina as pistas de dança de todo país.

Outra música que promete ser um grande sucesso é ‘Sou Eu’, a minha predileta e na qual ela se apresenta como ‘a danada’ que por onde passa chama a atenção de todos, através de um ótimo Pop Funk, o estilo defendido pela artista. E atitude também não falta em ‘Desapega’ que defende a liberdade da mulher de ser quem é e também de sair com quem quiser e fazer o que tiver vontade, tudo isso sem depender de homem nenhum. Assim como prometido pela cantora meses antes do lançamento deste trabalho, a música ‘Tipo Crazy’ conta com a participação do cantor americano Jeremih e sem dúvidas é uma das melhores do disco.

A já conhecida pelos fãs ‘Tá Tudo Errado’ nos empolga com as batidas do funk e fala sobre curtir a vida ao máximo sem abaixar a cabeça pra nada e ninguém. Sendo então, uma faixa que dá vontade de ouvir muitas vezes e ótima para ser tocada em festas. E claro o romantismo não podia deixar de faltar, sendo destaque a canção ‘Modo Avião’ que fala em mesmo por amor não deixar de lado suas vontades e convicções, lembrando que amar também é deixar livre o outro.

Não tem como não gostar de ‘Espelho’ que fala sobre ser feliz consigo mesmo e inclusive quando se está amando. E mais uma participação especial é a do sertanejo Gustavo Lima na faixa ‘Homem É Homem’ que trás uma pitada deste ritmo tão brasileiro junto ao funk e que fala sobre sedução e se deixar levar quando a paixão está no ar. Nela um homem tenta mostrar que não é apenas um sedutor e que quer uma relação séria, pedindo uma chance pra provar que é um homem e não um moleque.

adanadasoueu

Dividindo com Ludmilla a faixa ‘Abstinência’ e dando um toque especial, o rapper Filipe Ret doa todo seu talento em uma música de letra provocante e um ritmo envolvente sobre a química entre duas pessoas e que trás abstinência quando um está longe do outro, feito uma droga. Mais uma vez o lado romântico da funkeira toma conta na faixa ‘Nunca Me Verá Chorar’, sobre um coração partido que terá que superar este momento e sem demonstrar a ninguém a dor que sente. Para assim seguir e até quem sabe, encontrar um novo amor.

Este novo álbum, mostra uma Ludmilla muito mais madura vocalmente, musicalmente e nas letras que canta. Este trabalho é sem dúvidas, o melhor até agora e supera o primeiro disco, que já era muito bom, em relação à qualidade inclusive na produção e nos arranjos. O título ‘A Danada Sou Eu’ foi dado pela própria funkeira, que foi até o diretor da gravadora Warner Music já com o nome criado, no dia daa reunião pra definição do título. Ele simplesmente adorou a ideia. Segundo Ludmilla, ser danada é ser autêntica, fazer o que tem vontade e ir atrás do que se quer. E isso realmente é o que podemos dizer da temática do disco. Sendo assim, o nome dado por ela realmente é a cara do álbum. Ludmilla vai conquistar você em cheio.

Lembrando que o disco já está à venda em formato físico e digital e também disponível nas plataformas digitais.